Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Porteiro registra BO contra Najila por ameaça e pede medida protetiva

Ele disse à polícia que a modelo teria afirmado: "Sua conversa é comigo". Najila diz que tablet com vídeo de agressão foi furtado do apartamento.

Compartilhe
Google Whatsapp

Um dos porteiros do prédio onde vive Najila Trindade, mulher que acusa Neymar de estupro, registrou boletim de ocorrência contra a moradora por ameaça. O UOL Esporte teve acesso ao documento em que ele descreve que ouviu a seguinte frase da modelo: "Tô aqui com meu irmão e com uma galera e você sabe o que é, vai ser melhor para você". As informações são do UOL.

 Porteiro do prédio onde Najila mora chega à delegacia para prestar depoimento — Foto: GloboNews/Reprodução Diante da ameaça, o porteiro pediu medidas protetivas à Polícia Civil. Ele ficou cerca de uma hora na 11ª Delegacia de Polícia Civil, que fica no mesmo terreno da delegacia que investiga o caso Neymar, em São Paulo. Enquanto ele era ouvido, uma equipe de agentes foi enviada ao prédio.

O local em que Najila mora é palco de grande polêmica desde a quinta-feira, quando a modelo reclamou que houve um arrombamento. O proprietário do imóvel e a administração do condomínio negaram o crime. Uma equipe de peritos foi enviada para o apartamento e o laudo ainda não é conhecido.

Na investigação, os funcionários do condomínio foram convocados para depor, o porteiro que relatou a ameaça é um deles. O porteiro deixou a delegacia sem conversar com a imprensa. A equipe de agentes que esteve no apartamento retornou sem se manifestar.

Tablet teria sido furtado Najila Trindade saiu carregada de delegacia em SP após prestar depoimento — Foto: Amanda Perobelli/Reuters

O tal arrombamento é importante porque envolve um tablet onde estaria uma prova fundamental para a tese de Najila, o vídeo gravado no quarto de hotel em que ela ficou em Paris. Um celular foi usado para fazer as imagens da segunda visita de Neymar. Trata-se dos 66 segundos amplamente divulgados pela imprensa e que mostram a modelo agredindo o atacante.

A íntegra do vídeo, no entanto, estaria em um tablet que teria sumido depois do arrombamento e a sequência da gravação seria usada para comprovar o suposto estupro. Ocorre que desde o registro do boletim de ocorrência por crime sexual, transcorreram-se dez dias e até agora a modelo não apresentou as imagens.

Descontente com a falta das provas que a cliente disse possuir, o advogado Danilo Garcia de Andrade renunciou ao caso. Ele disse inclusive que foi acusado pela ex-cliente de ter furtado o tablet.



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×