Prefeito é suspeito de usar ambulância para quitar dívida no Piauí

Caso está sendo investigado pela Polícia Civil do Piauí.

Luciano Fonseca, prefeito do município de Bertolínia, está sendo acusado de usar uma ambulância, destinada aos serviços de Saúde Pública, para quitar uma dívida pessoal com um fazendeiro da região. O caso causou bastante revolta nas redes sociais. O veículo, que teria tido pelas retiradas, foi encontrado em uma fazenda na zona rural da cidade de Landri Sales

Luciano Fonseca, prefeito do município de Bertolínia (Crédito: Rede Meio Norte)
Luciano Fonseca, prefeito do município de Bertolínia (Crédito: Rede Meio Norte)

De acordo com o delegado Everton Ferrer, gerente de policiamento do interior, as investigações já foram iniciadas e hoje o veículo está sendo recolhido da citada fazenda. “Chegou para a Polícia Civil, especificamente para o delegado Bruno, de Uruçuí e que é responsável por Bertolínia, essas informações e então começaram as investigações. O delegado Thiago, de Guadalupe, também recebeu informações de que essa ambulância estaria em uma fazenda na zona rural de Landri Sales. Ele, então, se dirigiu até lá juntamente com o delegado Bruno, de Uruçuí, conversou com o filho do proprietário da fazenda, que confirmou a presença da ambulância lá. Eles, inclusive, estão fazendo o recolhimento do veículo nessa fazenda”, explicou.

O delegado comentou a versão de que o prefeito teria usado a ambulância para fazer pagamento de um dinheiro que havia pego emprestado com  o fazendeiro, cujo nome não foi revelado. “O fato é que chegaram várias versões e nós estamos checando. Claro que há essa questão da dívida, tem uma série de versões que chegam para polícia. Mas nós só vamos poder confirmar ao final das investigações, depois de ouvir o prefeito, testemunhas, o dono da fazenda, ou seja, pessoas diretamente envolvidas”, inteirou.

Ambulância de Bertolínia encontrada em Landri Sales (Crédito: Polícia Civil )
Ambulância de Bertolínia encontrada em Landri Sales (Crédito: Polícia Civil )

Segundo o delegado, o prefeito Lucinao Fonseca terá que se explicar. “Os delegados ouviram o filho do dono da fazenda [onde o veículo foi encontrado], o prefeito também será ouvido, além do dono que terá que dar explicações para polícia. Aliás, a própria Prefeitura será formalmente notificada para que explique por qual motivo essa ambulância estava nessa fazenda", reforçou. 

Após o término das investigações, conforme o delegado, o caso será enviado para o Ministério Público Estadual. “As condutas vão ser definidas no final [das investigações]. Nós vamos identificar conduta criminal, daí os delegados vão indiciar um ou outro por um ou outro crime. Contudo, a investigação começa de um jeito e podemos terminar de outra forma, pode se ampliar. Nós estamos fazendo o trabalho de forma criteriosa, com cuidado e no futuro vamos encaminhar ao Ministério Público, já que o prefeito tem foro. Quem vai dar a avaliação é o MP, inclusive o poder judiciário está acompanhando tudo. Nós esperamos dar conclusão em 30 dias”, disse.

Ambulância teria sido usada para pagar uma dívida do prefeito  (Crédito: Polícia Civil)
Ambulância teria sido usada para pagar uma dívida do prefeito (Crédito: Polícia Civil)







Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com