Prefeitura substitui carros alugados por transporte individual

Procedimento licitatório para substituição já foi autorizado

O prefeito Firmino Filho autorizou, esta semana, a abertura do procedimento licitatório para contratar empresa de transporte individual que disponha de aplicativo para smartphones e plataforma web. A intenção é substituir, progressivamente, a atual frota de veículos locados da Prefeitura de Teresina por um modelo que permitirá pagar os deslocamentos por quilômetro percorrido, reduzindo despesas na gestão deste serviço.

De acordo com o secretário de Administração e Recursos Humanos, Manoel de Moura Neto, serão substituídos, na primeira etapa, aproximadamente 50 veículos. A estimativa de economia, quando esta primeira fase estiver concluída, gira em torno de R$ 100 mil por mês, ou seja, R$ 1,2 milhão por ano. “Esta é apenas mais uma das medidas de redução de gastos que a Prefeitura de Teresina está adotando este ano para que mantenha o equilíbrio financeiro e continue honrando com seus compromissos”, argumenta Moura Neto.

A mudança irá atingir os carros que auxiliam no serviço administrativo e no transporte de servidores e colaboradores da Prefeitura. Com relação à licitação, Moura Neto explica que poderão participar do certame empresas e cooperativas de táxi, além das demais empresas legalizadas para realizar transporte individual.

“O edital irá prever a contratação de quase 51 mil quilômetros por mês, mas este é o teto do contrato, o que não significa dizer que utilizaremos toda esta quilometragem, pois o serviço funcionará por demanda e a Prefeitura só pagará o que consumir por mês. Este teto foi estipulado com base no nosso gasto mensal com transporte de servidores e tarefas administrativas. A expectativa é que a licitação deve levar cerca de 60 dias para ser finalizada”, pontua o secretário.

Esta iniciativa é semelhante à anunciada pelas prefeituras de São Paulo e Porto Alegre e, até mesmo, pelo Governo Federal. Vale ressaltar que a empresa vencedora para prestar o serviço fará a operação e a gestão das chamadas; e em cada secretaria, haverá uma pessoa responsável por acompanhar o uso desse sistema de transporte em tempo real.

Fonte: Portal MN