mais

Prêmio Piauí de Inclusão Social terá edição voltada para Covid e fome

O Prêmio, conhecido carinhosamente pelos piauienses como Campeonato do Bem, chega a sua 17ª edição em 2021

O Prêmio Piauí de Inclusão Social, conhecido carinhosamente pelos piauienses como Campeonato do Bem, chega a sua 17ª edição em 2021. A partir da próxima quinta-feira, dia 3 de junho, serão veiculadas as primeiras reportagens que vão integrar uma verdadeira vitrine de boas iniciativas que acontecem no estado.  

São campanhas e trabalhos realizados por empresas, ações individuais, associações, iniciativas governamentais e não governamentais que ganham força com a grande visibilidade concedida através do prêmio. É uma competição em que todos são ganhadores por praticarem boas ações.

Prêmio Piauí de Inclusão Social chega a sua 17ª edição (Foto: Arquivo JMN/Raissa Morais)Prêmio Piauí de Inclusão Social chega a sua 17ª edição (Foto: Arquivo JMN/Raissa Morais)

Em quase duas décadas de fundação, o projeto que surgiu da necessidade de mostrar o piauiense que desenvolve práticas consistentes de desenvolvimento econômico, de geração de emprego e renda, de elevação humana e inclusão social, ganha um destaque ainda mais especial em meio à crise sanitária e de saúde que o mundo atravessa. 

Nesta edição, o Prêmio Piauí de Inclusão Social vai destacar ações e projetos que levam alimentos, doações,  amor e esperança para pessoas carentes, que estão sofrendo com a falta de renda durante a pandemia da Covid-19.

O diretor de Jornalismo do Grupo Meio Norte de Comunicação (GMNC), José Osmando de Araújo, destaca que o Prêmio Piauí de Inclusão Social é reconhecidamente o mais notável e vitorioso modelo de promoção de iniciativas da sociedade voltadas para o exercício cidadão de inclusão de pessoas. Ele conta que essa é uma missão desempenhada com orgulho, alegria e esperança.

“Contando, desde o nascedouro, com a construtiva parceria com o Governo do Piauí, trata-se de um projeto que a cada ano dessas dezesseis etapas já realizadas, tem reservado sempre agradáveis surpresas, pois cada vez são mais evidentes as iniciativas inovadoras e diferenciadas do nosso povo, através de instituições, de ONGs, de ações de empreendedores individuais, de empresas e organizações governamentais, na prática de fraternidade e no esforço de se construir uma sociedade melhor e mais justa”, destaca.

Idealizador do prêmio, José Osmando lembra que, assim como em 2020, neste ano continuamos a vivenciar o drama e preocupação da pandemia do coronavírus.

“Nosso foco estará centrado nas iniciativas executadas, nos diversos segmentos do prêmio, voltadas para o esforço no combate à Covid-19 e nas ações de amparo, de socorro, de acolhimento às pessoas que estão sendo atingidas pela fome. Tal olhar decorre da verificação de que esse período de pandemia tem sido drástico na elevação da miséria, não apenas no Brasil mas em todo o mundo, na triste constatação de que mulheres e crianças são as mais diretamente atingidas. Daí, caber a nós fixar as atenções nessas duas sensíveis condições: as iniciativas individuais ou coletivas no apoiamento à Covid-19, e as práticas de empresas, empreendedores, ONGs e instituições públicas que se voltem para pessoas que estejam sendo atingidas e ameaçadas pela desgraça da fome”, acrescentou.

Menção Honrosa reconhece boas práticas

Ao longo dos 16 anos de execução, o Prêmio Piauí de Inclusão Social  foi responsável por divulgar uma sociedade que supera obstáculos e avança no caminho de uma construção justa e feliz. Simultaneamente à premiação indicada pelo Júri, a direção do Prêmio decidiu, há 8 anos, incluir uma categoria especial, denominada Menção Honrosa, com a qual o Grupo Meio Norte de Comunicação e o Governo do Estado do Piauí contemplam organizações, empresas, pessoas ou instituições que tenham prática permanente de contribuição no desenvolvimento, na elevação econômica e na aplicação da justiça social.

Pelos próximos meses, a equipe de jornalismo do Grupo Meio Norte de Comunicação (GMNC) vai buscar e contar muitas histórias de afeto e altruísmo. Tudo isso para mostrar elementos construtores de uma cultura de prosperidade, crescimento harmonioso, paz e cooperação.   

As reportagens vão ao ar toda quinta-feira nas páginas do Jornal Meio Norte, Portal meionorte.com, no Jornal Agora, na Rede Meio Norte, e ao longo de toda a programação da TV e Rádio Jornal MN, fazendo ecoar assim as iniciativas de compromisso e responsabilidade social.

O Prêmio Piauí de Inclusão Social é uma iniciativa do Grupo Meio Norte de Comunicação e tem o apoio integral do Governo do Estado desde o seu primeiro momento. Os projetos serão avaliados por um júri especial, coordenado pela Fundação Cepro, e composto pelas instituições Embrapa, Sesc, SEST/SENAT, Sebrae, Sesi e Uespi. Os ganhadores de cada categoria serão conhecidos somente no dia da premiação.

Vânia Rozzett já foi premiada por Ação Individual

Em 2019, a Ação Individual Muito Além de um Câncer, que realiza o acolhimento de pacientes do interior com câncer e que precisam fazer tratamento em Teresina,  foi a grande vencedora da 14ª edição do Prêmio Piauí de Inclusão Social. 

A Casa instalada na Rua Álvaro Martins, 1960, bairro Ininga, zona Leste de Teresina, é “fruto de um milagre”, que tinha à frente a pastora Vânia Rozzett. Diagnosticada com câncer de mama desde 2014, a também escritora fez a vontade de fazer o bem maior que a dor e a necessidade de ficar em uma cama.

Vânia Rozzett foi premiada em 2019 (Foto: Arquivo JMN/ Leo Vilari)Vânia Rozzett foi premiada em 2019 (Foto: Arquivo JMN/ Leo Vilari)   

Vania contraiu a Covid-19 em dezembro de 2020. Desde então, tratava sequelas deixadas pela doença e compartilhava o tratamento nas suas redes sociais, sempre deixando uma mensagem de força e de fé. Em 20 de maio, a pastora faleceu deixando uma história de superação de vida e de dedicação ao próximo.

Sempre com sorriso no rosto, Vânia tratava os hóspedes com carinho desde a abertura do espaço, em abril de 2018. Partindo de uma premissa humanizadora, a entidade acolhe pacientes oncológicos que são encaminhados de unidades de referência, como o Hospital Universitário e o Hospital São Marcos. Em quatro anos de fundação, a Associação Muito Além de um Câncer (Amac) já atendeu mais de  4 mil mulheres.  

Em entrevista ao Jornal Meio Norte durante a entrega de premiação, Vânia falou de sua alegria com o projeto. “É com muita alegria que recebemos esse prêmio. Estamos engatinhando, aprendendo, mas temos uma gratidão muito grande a Deus para oferecer essa casa a mulheres com câncer. Sou paciente oncológica desde 2014. Mas Deus me deixa de pé, mesmo devendo estar de cadeira de rodas. Sem Deus não vamos a lugar nenhum, é louvo a ele por estar aqui”.

Presente na solenidade, o governador Wellington Dias (PT) ressaltou de forma positiva a iniciativa do Grupo Meio Norte de Comunicação com o Governo do Estado do Piauí. 

“Em tempos em que vemos muitas notícias ruins, as reportagens do Inclusão Social mostram um mundo diferente, de um piauiense que trabalha pensando em seus irmãos, e não apenas nos próprios negócios. A intolerância toma conta das pessoas e o Prêmio Inclusão Social mostra justamente o que temos de boas iniciativas, é uma excelente maneira de mostrar que podemos mudar o mundo com grandes e boas ideias”, declara.

Sou Zero Cárie levou prêmio em 2020

Já o vencedor da categoria Ação Individual, o projeto  Sou Zero Cárie, que realiza prevenção à saúde bucal voltada para crianças do município de Francisco Santos, foi também o grande vencedor do Prêmio Piauí de Inclusão Social de 2020. A iniciativa louvável é da cirurgiã-dentista Heloísa Clara Santos,  que começou seu trabalho no    município em 2017, porque foi a cidade onde nasceu.

A cirurgiã-dentista Heloísa Clara Santos foi premiada em 2020 (Foto: Arquivo JMN/Raissa Morais)A cirurgiã-dentista Heloísa Clara Santos foi premiada em 2020 (Foto: Arquivo JMN/Raissa Morais)

O comprometimento e o saber técnico fizeram com que Heloísa Clara Santos fosse premiada nacionalmente porque seu trabalho de prevenção em saúde bucal, desenvolvido pela Prefeitura Municipal, foi uma das melhores práticas do SUS (Sistema Único de Saúde) do Brasil. Os resultados têm sido excelentes, tanto os resultados qualitativos como os resultados quantitativos.

Heloísa Clara afirma que em várias microáreas do Programa Saúde da Família, com 100% de cobertura, os números de dentes restaurados e os tratamentos têm sido cada vez mais elevados e as crianças perderam o medo de visitar os dentistas. O Projeto Sou Zero Cárie começou com 270 crianças e atualmente já passa dos 500 atendimentos aos pequenos de zero a cinco anos, com orientações sobre escovação correta dos dentes, obturações, entre outros cuidados relacionados à saúde bucal.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail