Processo de licitação da PPP de fibra ótica inicia primeira fase

A modalidade da licitação é concorrência pública.

A licitação da Parceria Público-Privada que prevê instalação de 5.000 km de fibra ótica foi iniciada ontem (30), no auditório da Superintendência de Parcerias e Concessões. Duas licitantes foram credenciadas à concorrência pública, a empresa  Globaltask e o Consórcio Linkintel.

A presidente da comissão de licitação, Laire Sameline, explica os procedimento seguintes da licitação. “Agora a comissão fará análise da proposta técnica e em seguida emitirá um relatório de julgamento da proposta técnica com a pontuação técnica das licitantes”, explica. A comissão técnica é composta por membros da Superintendência de Parcerias e Concessões (SUPARC) e da Agência de Tecnologia da Informação do Estado do Piauí (ATI).

A modalidade da licitação é concorrência pública, julgada pela combinação do critério de Melhor Técnica e Menor Valor de Contraprestação Mensal Máxima. Será selecionada a proposta mais vantajosa para a celebração do contrato de Parceria Público Privada, na modalidade de Concessão Administrativa, para a Construção, Operação e Manutenção de Infraestrutura de transporte de dados, voz e imagem, incluindo serviços associados para o Governo do Estado do Piauí.

A licitação é dividida em três fases. Na primeira são realizados o credenciamentos das concorrentes, entrega da garantia de proposta e abertura e análise da proposta técnica. Na segunda fase será abertos e analisado a proposta comercial e a terceira e última fase é a abertura e análise dos documentos de habilitação. 


Fonte: Ascom
logomarca do portal meionorte..com