Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Acesse a versão para celular

Produtos se espalham no mar após contêineres se romperem

Contêineres que caíram no mar em Santos continham eletrônicos

Produtos se espalham no mar após contêineres se romperem
Mochilas ficaram espalhadas por vários quilômetros na costa de Santos e Guarujá | Reprodução
Compartilhe
Google Whatsapp

Aparelhos de ar-condicionado, mochilas, material hospitalar, pneus, toalhas e tapetes estão entre as cargas armazenadas nos 45 contêineres que caíram de um navio no mar em Santos, no litoral de São Paulo, nesta sexta-feira (11).

Autoridades tentam coibir a ação de saqueadores que foram ao local em pequenos barcos para furtar os produtos. As cargas se espalharam pela área costeira. A Capitania dos Portos de São Paulo  informou que o acidente ocorreu entre 1h30 e 3h, enquanto o navio Log In Pantanal estava fundeado a aproximadamente 4 quilômetros da costa.

Imagem mostra contêineres tombados no navio Log In Pantanal (Crédito: Reprodução)
Imagem mostra contêineres tombados no navio Log In Pantanal (Crédito: Reprodução)

A embarcação aguardava para realizar a manobra de entrada no Porto de Santos .As causas do acidente ainda são desconhecidas, mas já são alvo de um inquérito da autoridade marítima. Não há informações de feridos. Suspeita-se, inicialmente, que ondas de pouco mais de 3 metros, provenientes de uma ressaca marítima, tenham contribuído para a queda.

Parte da carga era composta por eletrônicos, eletrodomésticos, cilindros de oxigênio para hospitais, além de material de vestuário.

Parte da carga boiando no mar (Crédito: Reprodução)
Parte da carga boiando no mar (Crédito: Reprodução)

Algumas caixas metálicas se romperam e parte da carga se espalhou entre a barra de Santos e a região costeira de Guarujá. Testemunhas afirmaram que alguns produtos já eram vistos próximos da praia do Guaiúba, onde, por volta do meio-dia, estavam 10 contêineres boiando.

Equipes dos núcleos marítimos da Polícia Federal e da Alfândega da Receita Federal monitoram a a região para evitar o saqueamento dos produtos. 

Mochilas ficaram espalhadas por vários quilômetros na costa de Santos e Guarujá (Crédito: Reprodução)
Mochilas ficaram espalhadas por vários quilômetros na costa de Santos e Guarujá (Crédito: Reprodução)



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto