Produtos se espalham no mar após contêineres se romperem

Contêineres que caíram no mar em Santos continham eletrônicos

Aparelhos de ar-condicionado, mochilas, material hospitalar, pneus, toalhas e tapetes estão entre as cargas armazenadas nos 45 contêineres que caíram de um navio no mar em Santos, no litoral de São Paulo, nesta sexta-feira (11).

Autoridades tentam coibir a ação de saqueadores que foram ao local em pequenos barcos para furtar os produtos. As cargas se espalharam pela área costeira. A Capitania dos Portos de São Paulo  informou que o acidente ocorreu entre 1h30 e 3h, enquanto o navio Log In Pantanal estava fundeado a aproximadamente 4 quilômetros da costa.

Imagem mostra contêineres tombados no navio Log In Pantanal (Crédito: Reprodução)
Imagem mostra contêineres tombados no navio Log In Pantanal (Crédito: Reprodução)

A embarcação aguardava para realizar a manobra de entrada no Porto de Santos .As causas do acidente ainda são desconhecidas, mas já são alvo de um inquérito da autoridade marítima. Não há informações de feridos. Suspeita-se, inicialmente, que ondas de pouco mais de 3 metros, provenientes de uma ressaca marítima, tenham contribuído para a queda.

Parte da carga era composta por eletrônicos, eletrodomésticos, cilindros de oxigênio para hospitais, além de material de vestuário.

Parte da carga boiando no mar (Crédito: Reprodução)
Parte da carga boiando no mar (Crédito: Reprodução)

Algumas caixas metálicas se romperam e parte da carga se espalhou entre a barra de Santos e a região costeira de Guarujá. Testemunhas afirmaram que alguns produtos já eram vistos próximos da praia do Guaiúba, onde, por volta do meio-dia, estavam 10 contêineres boiando.

Equipes dos núcleos marítimos da Polícia Federal e da Alfândega da Receita Federal monitoram a a região para evitar o saqueamento dos produtos. 

Mochilas ficaram espalhadas por vários quilômetros na costa de Santos e Guarujá (Crédito: Reprodução)
Mochilas ficaram espalhadas por vários quilômetros na costa de Santos e Guarujá (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com