Projeto Boca da Noite abre inscrições para temporada 2017

As inscrições podem ser realizadas até 12 de abril

O projeto Boca da Noite, que este ano chega a sua vigésima edição, abrirá a partir da próxima segunda-feira (3) as inscrições para a temporada de shows de 2017, que neste ano se estende para mais municípios do interior do Piauí. No total, são dez cidades: Parnaíba, Piripiri, União, Teresina, Floriano, Oeiras, Picos, São Raimundo Nonato, Bom Jesus e Corrente. As inscrições seguem até 12 de abril e o resultado final está previsto para o dia 28 de abril.

A primeira apresentação, no palco do espaço Osório Júnior, no Club dos Diários, deve acontecer no dia 10 de maio, sendo uma apresentação por semana em Teresina e uma por mês nas cidades do interior. O grande objetivo do projeto é fomentar, incentivar e divulgar a música piauiense. Os shows são sempre abertos ao público e já fazem parte do calendário de eventos da Secretaria Estadual de Cultura – Secult.


“O projeto Boca da Noite já é consagrado entre os artistas piauienses e conquistou o público. Neste ano vamos expandir ainda mais para outros municípios do norte e sul do estado. É uma forma de descentralizar a cultura e levar música de qualidade para todo o Piauí”, diz o secretário estadual de Cultura, Fábio Novo.

Os interessados devem se inscrever na Diretoria de Ação Cultural da Secult, de 7h30 às 13h30. Os resultados serão divulgados por meio de relação fixada junto aos murais da Secult bem como de suas casas sediadas em Teresina e ainda junto ao site e às redes sociais oficiais do órgão. Cada banda ou artista selecionado recebe o equivalente a R$ 2 mil pelo show.

Os candidatos que queiram participar do Boca da Noite no interior do Estado poderão mandar os documentos exigidos para a inscrição via Correios.

No ato da inscrição o candidato deverá apresentar os seguintes materiais: histórico musical do artista ou banda; CD ou DVD com no mínimo três músicas para serem analisadas pela comissão do projeto; repertório escrito constando o nome dos respectivos autores; release do show do artista constando 03(três) fotografias em alta resolução para divulgação; Curriculum Vitae; mapa de palco; Raider Técnico e documentação pessoal e dados bancários do artista responsável ou banda. A não apresentação de algum dos documentos exigidos invalida a inscrição.

A comissão julgadora vai analisar a excelência artística do proponente, bem como o histórico do artista/grupo, podendo ser atribuído, no máximo, 20 pontos aos candidatos. Segundo o edital de inscrição, o artista/banda selecionado deverá constar em seu show um repertório de no mínimo de 60% de músicas autorais ou de compositores piauienses.

Fonte: Portal MN