Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Projeto Música Eficiente transforma vidas através da inclusão no Piauí

Iniciativa educacional está transformando a realidade de crianças e adolescentes por meio da inclusão social. O ‘Música Eficiente’, é uma oficina de música e canto criada na zona Norte de Teresina

Compartilhe

O Projeto Música Eficiente - sensibilizando para o resgate da cidadania, tem como idealizador o professor João Gilberto, com sede no bairro Mocambinho, zona norte de Teresina, mas suas ações já chegam também às cidades de Demerval Lobão, Lagoa do Piauí, Miguel Alves e Miguel Leão. Com objetivo de resgatar a cidadania de pessoas com deficiência através da música e da musicoterapia, o projeto auxilia na inclusão de pessoas com deficiências, com algum tipo de limitação físico-neurológica. Atualmente, o Música Eficiente assiste 240 crianças e adolescentes com deficiência como: síndrome de down, autismo, deficiência auditiva e visual e intelectual.

Projeto Música Eficiente surgiu da necessidade de atender crianças com deficiência - Foto: Dvulgação

Criado em 2013 pelo professor historiador músico e musicoterapeuta João Gilberto por perceber a necessidade de um trabalho de ensino e Música para pessoas com deficiência . Alguns dos participantes chegaram sem muito a dizer ou demonstrar, mas já se percebe certos avanços em seus desenvolvimentos. Estes, por meio da terapia musical de acompanhamento multiprofissional interagem mais, expressam com menos dificuldades e segundo seus familiares observa-se uma melhora significativa na autoestima.

De acordo com o professor, o Projeto Música Eficiente, não mede esforços e empenho para promover de fato a inclusão e a emancipação social da população portadora de alguma deficiência. “Comprovadamente a música promove desenvolvimento de habilidades, contribui para o aprendizado e além de tudo permite uma interação de capacidades e vivências, por conseguinte eleva o protagonismo e autoestima de pessoas que anteriormente eram incapazes de interagir”, destacou.

O idealizador do projeto ressalta que música tem um poder muito grande de transformação e sendo trabalhada desde muito cedo com as criança traz benefícios no desenvolvimento, linguagem, promove a interação, entre corpo e mente, sensibilidade, razão técnica e criatividade. “Nós conseguimos trabalhar ainda a expressão corporal e socialização. São vários fatores que a música promove dentro do projeto e trabalha com três ferramentas: a parte emocional através da melodia, o racional através da harmonia e o ritmo trabalha o corpo”, acrescentou.

Amor e dedicação são combustíveis para sucesso do projeto

Crianças têm aulas de canto e aprendem a tocar instrumentos - Foto: Divulgação

Formado em história, Música pós-graduando em neurociência, especialista em Educação Especial e Musicoterapia Clínica e Institucional, João Gilberto tem na música sua grande paixão e arte. Através de um sonho teve uma revelação divina de que deveria usar o seu dom musical para ajudar outras pessoas e assim deu iniciou ao Música Eficiente.

"Fazer esse projeto é com amor, porque o amor consegue quebrar todas as barreiras, por isso já estamos com 7 anos nesse trabalho porque o amor faz com que supere qualquer deficiência, quebra todos os paradigmas e tudo que é feito com amor dá certo. Por isso que o projeto Música Eficiente tem essa dimensão toda atendendo 240 crianças só na capital e se juntarmos com as cidades do interior chega a quase 500 crianças no total com diversos tipos de deficiência”, destacou.

As aulas acontecem toda quinta e sexta-feira em dois turnos e envolvem aulas de violão, teclado, piano, bateria, percussão, canto coral, flauta doce, ukulele musicalização infantil e musicoterapia para crianças que possuem um grau mais severo de deficiência e possa ser introduzido ao ensino.

Mães relatam evolução e desenvolvimento dos filhos

Projeto voluntário foi idealizado pelo professor João Giberto - Foto: DivulgaçãoMuitos são os relatos positivos das mães dos alunos que fazem parte do projeto e tem aulas de musicoterapia, que como o próprio nome já diz, é uma forma de tratá-los através da música. É uma técnica que trabalha com a saúde ao utilizar formas diversas de aprendizado, expressões e arte.

São feitas sessões com as crianças que são colocadas para a tocar e cantar junto com o psicoterapeuta. Os benefícios são comprovados pelos estudos científicos e vistos no processo de terapia, os quais são observados um bom desenvolvimento dos pacientes nas sessões, melhor desempenho em suas sensações corporais e na capacidade que vão desenvolvendo em expressar suas emoções com mais facilidade.

Isabel é mãe de José, que faz sessões que é um exemplo de superação. Ela destaca que as sessões de musicoterapia têm contribuído para um maior desenvolvimento do filho. “Ele já consegue segurar nossa mão, tem maior apoio do corpo, ele não tinha sustentabilidade no pescoço e já está levantando e tendo maior firmeza, então isso é o resultado desse trabalho do projeto que envolve muito amor. É só acreditar que vai dar certo”, relatou.

Para dona Chaguinha, o projeto conseguiu mudar não só a vida do seu filho Raimundo, mas a sua também, que passou a vivenciar uma nova rotina dentro de casa. “O Raimundinho mudou o comportamento, ele não sentava, hoje ele senta, não me obedecia e hoje está obediente e através de um acompanhamento do projeto e um neurocirurgião ele já deixou de tomar duas medicações, então a música é a melhor terapia que tem para criança especial e era bom se todas as mães fizessem a mesma coisa, porque não é só tomar a medicação, eles têm que ter alguma ocupação e eles poderem socializar também e a música ajuda muito nisso”, afirma.

Doações colaboram para ajudar mais crianças Projeto Música Eficiente promove inclusão com atividades lúdicas - Foto: Divulgação

O projeto segue funcionando mesmo diante da pandemia causada pela Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus através de uma metodologia online para que essas crianças pudessem ter uma orientação e acompanhamento em meio ao período de isolamento social.

"Através do nosso atendimento online estamos tendo resultado super positivo através de um aplicativo que permite aulas por videoconferência, então nós temos que nos adaptar ao tempo que estamos vivendo, a tecnologia e para facilitar nós precisamos da parte tecnológica também para que possamos fazer um trabalho melhor, computador, câmeras e nós não temos esses recursos e fazemos só pelo celular e isso dificulta bastante", disse.

Para doar instrumentos bastar entrar em contato por telefone (86) 99917-4628, Instagram:@ projetomusicaeficiente ou ser entregue na sede que fica em frente ao parque Ambiental do Bairro Mocambinho. Outra forma de ajuda pode ser enviada através da conta corrente Caixa da Associação Cultural dos Amigos da Música Eficiente (Acame). Agência: 328 - Operação 003. Conta: 1054-0.

O Música Eficiente também busca ajudar as famílias dos assistidos com doações de cestas básicas e material de higiene. “Muitas delas só vivem com o auxílio da pessoa com deficiência e às vezes não tem como elas se sustentarem ainda mais porque muitos pais não têm emprego fixo nesse período difícil”, frisou. Além de formar cidadãos, hoje o projeto forma também profissionais que atendem em diversas áreas crianças com deficiência de todos os tipos. 

Projeto Música Eficiente atende quase 500 crianças e adolescentes em Teresina e cidades do interior

Projeto Música Eficiente promove inclusão em Teresina - Foto: Divulgação


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar