Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Quatro mil mães de família terão internet de graça no Piauí

Cufa no Piauí promove inclusão digital nas periferias do Piauí

Compartilhe

A Central Única das Favelas (Cufa) no Piauí vai doar, até o fim de outubro, 4 mil chips com internet gratuita para mães em situação de vulnerabilidade socioeconômica de Teresina, municípios do interior do estado e Timon (MA). A iniciativa faz parte do programa “Mães da Favela ON” e ocorre em todo o Brasil.

A distribuição dos chips, que tem o intuito de promover a democratização digital nas comunidades e combater a desigualdade, soma-se a uma série de medidas adotadas pela Central, a fim de amenizar os impactos da pandemia.

Projeto da Cufa leva internet para mães no Piauí

Cada mãe contemplada receberá 1 chip da Tim e, durante 6 meses, terá direito a 24h por dia de WhatsApp ilimitado, 24h por dia de ligações para todo o Brasil e para qualquer operadora, 1 GB de Internet livre por mês, 24h de Internet controlada, ou seja, com acesso a conteúdos de educação, negócios e cultura, sob a curadoria da UNESCO, facilitando, inclusive, o acesso ao ensino remoto, método adotado pelas instituições de ensino.

O coordenador da CUFA no Piauí, Gil BV, informou que voluntários do projeto estão mapeando as mães de alunos matriculados em instituições de ensino da rede pública.

"O governo disponibiliza as aulas pela web, mas não disponibiliza o sinal [servidores de internet] para que as mães estejam conectadas. Estamos fazendo o mapeamento com mães e vamos disponibilizar esses chips em parceria com a Tim", informou.

Na capital, Teresina, Gil explica que o projeto vai contemplar praticamente todas as zonas. Além disso, ele também segue para o município vizinho, Timon (MA), onde muitas famílias enfrentam a mesma dificuldade no acesso à internet, e municípios do interior do Piauí.

O processo de mapeamento nas escolas tem revelado dados alarmantes para educação de crianças e adolescentes no Piauí.

"A cada 400 alunos, 300 não têm conexão, a gente sabe pelo nível de acompanhamento. Estamos indo nas casas, nos bairros e também nas escolas. Muitas instituições municipais estaduais que disponibilizam as aulas, mas os pais não têm conexão de internet", disse.

Projeto vai ajudar todo o Brasil

De acordo com um levantamento realizado pelo Data Favela, referente a agosto de 2020, 46% das crianças que moram em zonas periféricas, em idade escolar, não têm assistido aulas à distância durante a pandemia.

Para suprir essa falta, o "Mães da Favela ON" que já é considerado "o maior projeto de conectividade em favelas já feito no Brasil”, pretende conectar 4,5 milhões de moradores de favelas à Internet.

A iniciativa acontece em parceria com Alô Social/TIM, PicPay, TikTok, Banco Santander, entre outras empresas, e abrange 150 complexos de favelas em todo o Brasil.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar