Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Quatro municípios do Piauí registram casos de Peste Suína

A Adapi fez a análise nos municípios de Lagoa do Piauí (02 focos), Domingos Mourão (01 foco), Murici dos Portelas (04 focos) e em Cabeceiras do Piauí (05 focos).

Compartilhe
Google Whatsapp

A Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi) confirmou, na segunda-feira (20), mais seis focos da Peste Suína Clássica no Piauí.  A  Adapi fez a análise nos municípios de Lagoa do Piauí (02 focos), Domingos Mourão (01 foco), Murici dos Portelas (04 focos) e em Cabeceiras do Piauí (05 focos), totalizando 12 registros no Estado.

A doença contagiosa que afeta somente os animais vem prejudicando a população que depende da criação de animais de pequeno porte. 

Raimundo Alves trabalha vendendo animais há mais de 30 anos. Desde 17 de abril deste ano não está mais comercializando suínos, por recomendações feitas pela Adapi, que suspendeu a venda dos animais devido aos casos de peste suína.

Raimundo Alves deixou de comercializar porcos |
Crédito: José Alves Filho

“Os animais que eu tinha antes da inspeção tiveram que ser vendidos pelo menor custo. Foram 10 animais comprados a R$ 6,50 o kilo vivo e vendi a R$ 5. Deu um prejuízo”, avaliou.

Ele compra suínos nas feiras da zona Sul da cidade, de origem de municípios  como Picos, Jaicós, Paulistana, São Raimundo Nonato e de outros lugares.

Depois que as vendas pararam, o comerciante disse que a situação afetou seus negócios.

Quase 800 animais já foram sacrificados no Estado, seguindo a medida de eliminar o foco de Peste Suína Clássica. 

A transmissão da doença não ocorre em seres humanos, ocorre em apenas suínos. Marcos Vinícios de Sousa Lópes, técnico de  Fiscalização de Agropecuária, disse que depois de constatarem o primeiro foco, no município de Lagoa do Piauí, foi determinado pela Adapi a proibição do trânsito de suínos em feiras, eventos e no Mercado de Pequenos Animais de Teresina.

Quanto aos criadores que tiveram animais sacrificados, o técnico explica que há uma indenização para quem tem a criação regularizada. "Existe uma portaria do Governo do Estado que indeniza os criadores que tiveram os animais sacrificados para a eliminação do foco. Enquanto o foco não for contornado, está parcialmente proibido o trânsito de animais vivos”, disse. 

Criadores de suínos devem estar atentos aos sintomas da doença nos porcos, hemorragia, que pode levar à morte; febre alta; falta de coordenação motora; orelhas e articulações azuladas; vômitos, diarréia; falta de apetite; esterilidade e abortos. Leitões natimortos ou com crescimento retardado podem indicar que o animal tenha sido acometido pela doença. Ao sinal de qualquer sintoma, o criador deve comunicar a Adapi.



Siga nosso canal no telegram
Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto