mais

Queda de avião com 7 mortos em SP: o que se sabe e o que falta saber

Causa da queda do avião é um dos pontos a serem esclarecidos pelas investigações, que devem analisar materiais colhidos no local, além da caixa preta da aeronave.

Sete pessoas morreram após um avião cair na manhã da terça-feira (14), em Piracicaba (SP). A queda ocorreu em uma área de mata no bairro Santa Rosa, logo após a aeronave partir do aeroporto da cidade com destino ao Pará.

No avião estavam o empresário Celso Silveira Mello Filho e sua família, além de piloto e copiloto. O caso será investigado pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da Força Aérea Brasileira (FAB).

Avião caiu em Piracicaba (SP) - Foto: Estadão ConteúdoAvião caiu em Piracicaba (SP) - Foto: Estadão Conteúdo

Veja quem são as vítimas:

Celso Silveira Mello Filho, 73 anos

Maria Luiza Meneghel, 71 anos

Celso Meneghel Silveira Mello, 46 anos

Camila Meneghel Silveira Mello Zanforlin, 48 anos

Fernando Meneghel Silveira Mello, 46 anos

Piloto: Celso Elias Carloni, 39 anos

Copiloto: Giovani Dedini Gullo, 24 anos

Entenda o que ocorreu ponto a ponto

O empresário Celso Silveira Mello Filho, sua esposa, três filhos, piloto e copiloto partiram pouco antes das 9h do Aeroporto de Piracicaba. A viagem teria como destino o Pará, para uma fazenda da família, onde passariam uma semana.

O avião caiu 15 segundos após a decolagem, em uma área de mata próxima à Faculdade de Tecnologia (Fatec) da cidade.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e no local encontrou as sete vítimas já mortas, carbonizadas.

O Cenipa e a Polícia Civil foram acionados para realizar as investigações sobre a causa do acidente.

No local, equipes localizaram a caixa preta do avião, onde o histórico de voo é armazenado, que será analisada.

Destroços do avião também foram recolhidos para a apuração do Cenipa.

De acordo com a FAB, a documentação e manutenção da aeronave estavam em dia. O avião foi fabricado em 2019 e é considerado de alta versatilidade por especialista.

A última manutenção foi realizada em 23 de agosto. O retorno da oficina ocorreu na segunda-feira (13).

Quase seis horas após o acidente, os destroços começaram a ser retirados do local.

Os corpos passaram por exame no Instituto Médico Legal (IML) e a família será velada nesta quarta-feira (15), a partir das 9h.

O que falta saber

A causa do acidente ainda não foi esclarecida. A Polícia Civil e o Cenipa não divulgaram detalhes sobre o início das investigações, apenas que foram realizadas perícias, coletas de imagens e informações e que serão ouvidas testemunhas.

Ainda não foi esclarecido porque a aeronave caiu apesar de ser considerada nova por especialista (foi fabricada em 2019), ter passado por manutenção recente e estar com a documentação em ordem.

Falta esclarecer, também, o movimento de curva que a aeronave fez logo após decolar e foi destacado pela maioria das testemunhas e flagrado por câmeras de segurança. Autoridades não souberam informar se o piloto tentava retornar ao aeroporto.

Também não há explicações oficiais para o fato da queda ter ocorrido 15 segundos após a decolagem, abastecida e revisada dias antes.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail