A governadora Regina Sousa prestigiou na tarde desta sexta - feira (01), no Centro de Convenções em Teresina, a Solenidade de entrega de 304 medalhas entre ouro, prata e bronze, menções honrosas e outras premiações para alunos da redes pública e privada piauiense que tiveram excelente desempenho nas 15ª e 16ª Olimpíadas Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).

Na oportunidade também houve a entrega de premiações para professores, gestores e Secretários de Educação.

“Essas Olimpíadas foram um estímulo para jovens e crianças perderem o medo de matemática, para descobrirem que é uma disciplina como qualquer outra, que com dedicação e método é possível aprender. É uma disciplina que ajuda muito no raciocínio lógico e fico feliz em ver tantos meninos meninas sendo premiados. Aqui temos alunos que já são campeões nacionais. Essa é a etapa estadual, mas com certeza vamos ter novos campeões nacionais, por que o Piauí tem se destacado muito, antes era apenas uma cidade, Cocal dos Alves, e agora vemos a participação de outros municípios de forma destacada”, comentou a chefe do executivo piauiense.

Entrega de medalha (Paulo Barros)Entrega de medalha (Paulo Barros)

A governadora, que é professora, disse também já ter lecionado matemática para séries iniciais e que desenvolveu métodos para ajudar as crianças e convidou os alunos campeões a também ajudarem outros colegas.

“Precisamos vencer essa história de matemática é um “bicho-papão”, vocês que já venceram a OBMEP podem contribuir para ajudar os colegas a também pegarem o gosto pela disciplina.”

João Álvaro Santos Silva, de 15 anos, estudante do município de Oeiras, é filho de agricultores que conquistou uma medalha de bronze na 15ª OBMEP e uma medalha de prata na 16º. Ele conta que seu sonho é cursar engenharia civil e a paixão pela matemática só cresceu com o projeto.

Entrega de medalhas (Paulo Barros)Entrega de medalhas (Paulo Barros)

“Na minha família não tem ninguém dessa área. Sou o primeiro a seguir o caminho da matemática. Quando recebi a notícia que ganhei a prata, eu pulei de alegria! Eu estava confiante depois da prova, mas fiquei muito feliz com a conquista e meus pais também vibraram”, conta.

Willian Rian, a Escola Nossa Senhora da Paz em Teresina, medalhista de ouro na 16ª OBMEP disse que o interesse pela matemática iniciou ainda na 4ª serie, mas que a participação nas olimpíadas fez lapidar o seu talento, aumentando assim o interesse. “Agradeço aos meus professores pelo incentivo e estou muito feliz com os resultados”, comentou.

Já Eric Sousa, três vezes campeão medalha de ouro, disse que começou a participara Programa Cidade Olimpica e lá abriu um gosto maior pela disciplina. “Participar das Olímpiadas é muito mais do que fazer uma prova, é se dedicar cotidianamente a aprender mais e ter uma metodologia de aprendizado. Estou estudando para engenharia, mas não descarto a possibilidade de chegar a ser professor de matemática, por que é algo que eu gosto muito”, disse.