mais

Rotas do Café e das Quitandas, em Minas, despontam e agradam turistas

Reconhecido pela tradicional culinária, o estado se destaca pelo famoso cafezinho e pelos seus acompanhamentos

Rotas do Café e das Quitandas, em Minas, despontam e agradam turistas
Estado é um dos maiores produtores de café do país | Divulgação/Rota do Café Especial

Rotas do Café e das Quitandas, em Minas, despontam e agradam turistas - Imagem 1

Estado é um dos maiores produtores de café do país. Crédito: Divulgação/Rota do Café Especial

Reconhecida internacionalmente por seu queijo, culinária e por seus destinos históricos, Minas Gerais tem, também no café, mais um atrativo para quem quer desbravar este grande destino turístico do país. O estado, que completa 300 anos nesta quarta-feira (02.12), e é um dos maiores produtores do Brasil, dispõe de uma rota específica para quem é amante dessa bebida consumida por milhões de brasileiros. É dos mineiros, inclusive, o título de melhor café do mundo, conquistado no “Cup of Excellence” – principal concurso internacional da qualidade dos cafés.

Denominada “Rota do Café”, o percurso de 35km, que compreende os municípios de Carmo de Minas e São Lourenço (MG), disponibiliza ao turista uma experiência única. Por meio de visitas a fazendas centenárias, que contam um pouca da história e cultura dos mineiros e da bebida, provas de cafés de boa qualidade e o pão de queijo, que não pode faltar, o visitante tem a oportunidade de provar o que Minas tem a oferecer de melhor, seguindo todos os protocolos de segurança necessários devido à pandemia.

Além disso, o turista pode desfrutar de um belo passeio de balão e aproveitar a vista privilegiada que a região possui. São diversas plantações de cafés e fazendas ao entorno e as belas paisagens das montanhas da Mantiqueira de Minas. Outro atrativo imperdível é o banho de café: uma banheira com água sulfurosa e café especial, que dá ao visitante, literalmente, um banho com diversos benefícios para a pele e para a saúde. Ao final da tarde, ainda tem o belo pôr do sol em Carmo de Minas. Com cerca de 1.300 metros de altitude, o local disponibiliza um mirante que é o ponto de encontro de fotógrafos e de apaixonados pelo fenômeno natural.

Ainda em Minas, o café e a cachaça são os destaques de um roteiro, onde os turistas podem conhecer o processo artesanal de produção dessas bebidas, enquanto se deliciam com a típica comida mineira. Para acompanhar, apresentações culturais, rodas de viola caipira e peças de artesanato em palha de café.

Destaque para o café de montanha, produzido na região, em altitudes superiores a 1.000 metros, que revelam características de aroma e sabor próprios premiados. Nesse roteiro, o turista vivencia talentos típicos do Brasil rural, nas serras de Minas Gerais, nos municípios de Acaiaca, Araponga, Canaã, Guaraciaba e Viçosa. O roteiro inclui ainda o Parque Estadual da Serra do Brigadeiro, rico em biodiversidade.

ROTA DAS QUITANDAS – Não adianta falar de café sem um bom acompanhamento, não é mesmo? Pode ser com broas, bolos, biscoitos, rosquinhas, pães de queijo e o que mais se possa servir com esta deliciosa bebida. Não por acaso que o estado, também, possui uma rota específica para o assunto. Em cidades mineiras como Paracatu, Congonhas, São Tiago, São Bartolomeu e Igarapé, o turista pode provar das deliciosas quitandas, que tanto orgulham o estado.

Paracatu, por exemplo, é conhecida como a “Terra das quitandas” e tem como destaque a queijadinha, a desmamada, a empada de massa fina e o bolo de domingo, que contém ingredientes como farinha de arroz, erva doce e noz-moscada. Em Congonhas, os turistas podem se deliciar com receitas premiadas do bolo de banana especial, broas de sabores diversos e até um nhoque à mineira. E não dá para ir em Igarapé sem provar o inigualável biscoito frito feito na cidade. O quitute é uma atração à parte, que atrai milhares de pessoas.

Na “Terra do Café com Biscoito”, São Tiago, os visitantes podem degustar as quitandas e ainda participar de oficinas para aprender a arte do produto. Agora, se você gosta de um cafezinho com um doce, São Bartolomeu, distrito de Ouro Preto, é o destino certo. O local é conhecido pelos bons doces, que são feitos no tacho de cobre, e pelas tradicionais Festa da Goiabada e Encontro de Tradições Culinárias. Seja qual for sua escolha, bom passeio. E bom apetite!(Por Victor Maciel/MTur)





 

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail