Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Acesse a versão para celular

Saiba como cada um dos deputados do Piauí justificou seu voto

6 deputados piauienses votam a favor de Michel Temer e 3 contra

Compartilhe
Google Whatsapp

A bancada do Piauí na Câmara dos Deputados ficou dividida em relação à votação da denúncia de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer (PMDB) pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Seis deputados federais piauienses votaram a favor do arquivamento da denúncia – Heráclito Fortes (PSB), Átila Lira (PSB), Iracema Portella (PP), Paes Landim (PTB), Júlio César Lima (PSD) e Maia Filho (PP).

Três deputados federais piauienses votaram contra o arquivamento da denúncia, Assis Carvalho (PT), Silas Freire (Podemos) e Rodrigo Martins (PSB). Saiba como cada um dos deputados piauienses justificou seu voto no plenário da Câmara:

O deputado federal Marcelo Castro (PMDB) não foi à sessão da votação, foi chamado duas vezes para votar pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e foi considerado ausente.

Os parlamentares analisaram o relatório apresentado pelo deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa, que recomendou a rejeição da denúncia contra Temer.

Primeiro a votar da bancada piauiense, Assis Carvalho, afirmou que o banditismo se instalou no Planalto Central e votou não ao arquivamento da denúncia contra Michel Temer pela democracia no país e para que o presidente faça companhia, na prisão, ao ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha. “Contra o banditismo que se instalou. Para que Temer faça companhia a Eduardo Cunha, voto não ao relatório e sim à continuidade do processo" falou Assis Carvalho.