O Brasil é uma mistura de cultura, povos, nacionalidades e etnias. Sua formação contou com a participação de diversos países, como Portugal, Holanda e Espanha, por exemplo. Mas, você sabe qual é a única cidade do país fundada pelos franceses? É isso mesmo! Dos mais de cinco mil municípios que compõem a República Federativa do Brasil há um que foi formado integralmente por eles: São Luís (MA). E é de lá que vamos falar, nesta quinta-feira (01.09), no terceiro episódio da série “Caminhos do Bicentenário”, produzida pela Agência de Notícias do Turismo.

Fundada em 1612 pelo francês Daniel de La Touche, mais conhecido como “Senhor de La Ravardière”, a capital maranhense é a quinta cidade mais antiga do país. Sua formação teve como objetivo estabelecer a França Equinocial na região dos trópicos, dentro do contexto da economia mercantilista. Seu nome é uma homenagem ao então rei da França, Luís XIII. Apesar do domínio francês, três anos depois São Luís passou para o domínio português, dando fim à iniciativa de criação da nova colônia do país. A cidade ainda foi um importante centro exportador de algodão e arroz.

Muito mais que suas belezas, São Luís oferta aos turistas as melhores sensações em uma só programação. A cidade conta com monumentos históricos, patrimônios culturais, gastronômicos, além de manifestações tradicionais e festas populares. Dentre estes, destacamos o seu centro histórico formado por aproximadamente 3,5 mil edificações com grande valor histórico e artístico, composto por ruas e calçadas de pedras, fachadas azulejadas e casarões ainda com características que trazem um pouco do período colonial vivenciado pela cidade.

Centro histórico de São Luís (Douglas Júnior /MTur)Centro histórico de São Luís (Douglas Júnior /MTur)

Símbolos da cultura

O Palácio dos Leões é um bom exemplo disso. Edifício-sede do governo do estado do Maranhão, o local é um dos maiores símbolos da cultura maranhense. Sua localização, no alto do promontório onde nasceu, era estratégica para as várias disputas de poder e invasões ocorridas durante os primeiros séculos de existência. Atualmente, suas instalações mantêm a decoração original, composta por itens franceses que datam do século 18 e 19. Os turistas podem ainda apreciar os quadros do escritor Arthur de Azevedo, adquirida pelo governo do estado após sua morte.

E falando em artes, diversas construções são um atrativo a mais na capital do Maranhão, dentre eles, o Teatro Artur Azevedo, segundo mais antigo do país; o Museu das Artes Visuais, composto por azulejos coloniais, murais e obras de artistas do estado; e o Convento das Mercês, tombado como Patrimônio Histórico Nacional. O Museu do Negro ocupa o antigo mercado de escravos e abriga peças de origem africana e instrumentos musicais. Entre as manifestações destacam-se o bumba-meu-boi, festa de origem afro-indígena característica do período junino; o tambor-de-crioula.

As praias estão entre os atrativos mais procurados pelos turistas que visitam São Luís. Calhau, Olho D'Água e Araçagi são as praias mais procuradas da capital maranhense. Inclusive, a primeira é famosa por ser a mais organizada das praias. Já a segunda, conta com várias dunas, falésias e morros que formam um belo visual para os turistas aproveitarem. Com 32 km de orla, esportes como surfe, futebol de areia, Stand Up Paddle, futevôlei, vôlei de praia, frescobol e kitesurf são populares por lá, principalmente nos meses de julho e dezembro.