Sargento da PM preso com 64 tabletes de maconha pode ser afastado

Questionado pela reportagem, ele afirmou não ser dono da droga.

O tenente-coronel John Feitosa, diretor de Comunicação Social da Polícia Militar do Piauí, afirmou que a Corregedoria irá apurar o caso do sargento da Polícia Militar  José Adonias de Sousa Carvalho, preso portando 64 tabletes de maconha, uma balança de precisão e uma pistola 40 de uso exclusivo da polícia, além de uma quantia em dinheiro, munições e celulares.

Um homem identificado como Antônio Carlos de Sousa Santos, vulgo Bola Sete, também foi preso acusado de, juntamente com o policial, atuar no tráfico de drogas.  Ambos foram presos na quinta-feira (09) em uma casa na Vila Cristalina, zona Norte de Teresina. 

Sargento da Polícia Militar preso com 64 tabletes de maconha em Teresina (Crédito: Rede Meio Norte)
Sargento da Polícia Militar preso com 64 tabletes de maconha em Teresina (Crédito: Rede Meio Norte)

“A partir de agora a Polícia Militar do Piauí também sobre esse caso vai instalar o conselho de disciplina para que possa verificar a condição de permanência ou não do policial militar nas fileiras da corporação”, afirmou John Feitosa. 

As prisões ocorreram após investigação de seis meses presidida pelo delegado Tales Gomes, da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (DEPRE), com auxílio do RONE.  Durante as investigações, foi constatado que os suspeitos faziam parte de um grupo que trazia drogas de outros estados, armazenava em casas na zona Norte e distribuía a droga que era vendido em Teresina.

José Adonias e Antônio Carlos estavam transportando a droga em veículo e depois da abordagem se apreendeu 64 tabletes de maconha, uma balança de precisão e uma pistola 40 da PM-PI.

Armas apreendidas com o sargento da Polícia Militar em Teresina (Crédito: Divulgação)
Armas apreendidas com o sargento da Polícia Militar em Teresina (Crédito: Divulgação)

"Eram usados três carros do mesmo modelo, com as mesmas características com objetivo de dificultar a movimentação dele aqui na cidade. Ele deixava o carro estacionado em um determinado lugar, pegava o outro [veículo] e já ia para outro local. Então isso tudo dificultou o trabalho da polícia, mas junto com os policiais do Serviço Reservado da RONE nós conseguimos, durante esses seis meses, fazer o acompanhamento", afirmou Tales Gomes. 

"O que dificultava a abordagem, que nunca havia sido feita, era a questão da certeza da droga, mas ontem nós tivemos a certeza dessa droga ter sido guardada em determinado lugar. Ele foram pegar a droga para fazer transporte e distribuição. A arma que ele [policial] usava para trabalhar estava em posse de Antônio Carlos de Sousa Santos, vulgo Bola, que é um elemento envolvido com o tráfico de drogas",  acrescentou. 

Droga apreendida com o sargento da Polícia Militar em Teresina (Crédito: Divulgação)
Droga apreendida com o sargento da Polícia Militar em Teresina (Crédito: Divulgação)




Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com