Seduc investe em novas obras para educação especial do Piauí

Essas obras são de fundamental importância.

A educação especial no Piauí avança com a reforma e adequação dos centros de apoio aos alunos com algum tipo de deficiência. Com recursos próprios, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) está reformando o Centro de Estimulação Sensorial para Crianças com Deficiência Auditiva e Visual (CES), cuja obra está orçada em R$ 166.852,76 e realizando melhorias na estrutura do Centro De Apoio À Pessoa Com Deficiência (CAP), no valor de R$ 1.324.482,03.

De acordo com a gerente de Educação Especial da Seduc, Eleonora Sá, o CAP passa por intervenções na parte física, recebendo novo piso, pintura, ampliação dos banheiros, adequação das salas de aula, construção de auditório e mudanças no acesso principal. O local atende a 72 alunos e oferece alfabetização em braile (escrita e leitura), informática acessível, educação física adaptada, aulas de orientação e mobilidade (auxílio nas tarefas do cotidiano) e musicografia em braile.

Já o Centro de Estimulação Sensorial para Crianças com Deficiência Auditiva e Visual (CES) recebe reforço na segurança com a implantação de novas grades, além da construção do jardim sensorial, quadra de esportes, manutenção hidráulica, elétrica, piscina, limpeza, pintura e colocação de novo piso, tudo isso para melhor atender as 42 crianças que frequentam o local diariamente.

"Essas obras são de fundamental importância tanto para os alunos, como para os professores e demais funcionários, melhorar o nosso ambiente é algo que reflete positivamente na nossa autoestima, além de contribuir para a melhoria das condições de ensino/aprendizagem", afirmou a Gerente de Educação Especial da Seduc, Eleonora Sá.

Ainda dentro da perspectiva de melhorar as condições da educação especial no Piauí, a Seduc climatizou o Centro de Capacitação de Profissionais da Educação e Atendimento às Pessoas com Surdez- CAS e reformou recentemente o teto do Centro Integrado de Educação Especial- CIES, a mudança o telhado proporcionou segurança e conforto térmico ao local que possui doze blocos e 112 dependências. A obra executada com recursos próprios custou R$ 734.159,46.

Fonte: Com informações do Portal do Governo
logomarca do portal meionorte..com