Seduc-PI registra aumento de matrículas de alunos com deficiência

Presença do aluno nesta modalidade de ensino é fundamental.

A Secretaria do Estado da Educação (Seduc) registrou aumento significativo no número de matrículas de estudantes com deficiência nas escolas regulares, no ano letivo de 2017. A presença do aluno nesta modalidade de ensino é fundamental para a inclusão, além de garantir que ele receba atendimento das Salas de Recursos Multifuncionais do Atendimento Educacional Especializado (AEE).

A diretora da Gerência de Educação Especial (GEE) da Seduc, Eleonorá Sá, afirma que mesmo com os números finais ainda não confirmados, é possível perceber o aumento da procura de matrícula nas escolas. "Nós temos visto um aumento significativo no número de matrículas de pessoas com deficiência nesse ano. Estamos disponibilizando profissionais de apoio, intérpretes e capacitando cada vez mais profissionais para as salas do AEE", afirma Eleonora.

A Unidade Escolar Gervásio Costa, uma das escolas mais procuradas por esse público, atende atualmente 18 estudantes com deficiência, os quais recebem diariamente todo o suporte para o aprendizado. Segundo a diretora Yonara Sales, a unidade é bastante procurada por já fazer este trabalho há algum tempo, sempre encontrando também, apoio dos pais dos alunos.
 
"Toda turma que tem um aluno especial, possui um professor de apoio. Nós realmente damos assistência a eles nos dois turnos (regular e AEE). Tanto a escola quanto os pais percebem o progresso feito e é prazeroso acompanhar esta caminhada", finaliza a educanda.

Fonte: Seduc
logomarca do portal meionorte..com