Seis hospitais estaduais serão geridos pela Fundação Hospitalar

A nova gestão dos hospitais passa a começar no dia 18 de outubro

Seis hosopitais da rede estadual do Piauí passarão a ser geridos a partir da próxima quarta-feira (18) pela Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (FEPISERH).

Em Teresina, terão nova gestão o Hospital Getúlio Vargas (HGV), Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela e Hospital Infantil Lucídio Portela, em Piripiri, o Hospital Regional Chagas Rodrigues, em Picos, o Hospital Regional Justino Luz e em São Raimundo Nonato, o Hospital Regional Senador Cândido Ferraz.

O Secretário de Saúde Florentino Neto e o presidente da FEPISERH, Pablo Santos, se reuniram na última quarta-feira (11) e traçaram metas e prazos de execução do plano de ação dos hospitais.

Florentino Neto confirmou que a Fundação Hospitalar deverá assumir a nova gestão no próximo dia 18 e que a instituição já apresentou um diagnóstico dos hospitais que passarão a ser geridos por ela.

A Fundação apresentou um plano de ações com 17 metas para os hospitais de Teresina onde estão incluídas aumento da oferta de serviços especializados, entre consultas, exames e procedimentos cirúrgicos; otimização dos leitos comuns e de terapia intensiva; redimensionamento de custos.

O diagnóstico apresentado pela Fundação revela que houve um aumento de consultas realizadas, como por exemplo, no Hospital Infantil que realizou 2.502 consultas no mês em 2017 representando um aumento de 23% em relação a 2016.

No Hospital Getúlio Vargas, que realiza mutirões nos finais de semana e feriados, o diagnóstico revela que a média dos procedimentos cirúrgicos é de 1.216 por mês e no Natan Portela realizou em 2016 cerca de 24.629 consultas, sendo a maior parte de urgência.

Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com