Semar decide interditar trecho da BR-135 por tempo indeterminado

Houve vazamento de 30 mil litros de gasolina e diesel.

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos - SEMAR  decidiu interditar por tempo indeterminado o trecho do km 216 da BR-135 na altura do município de Eliseu Martins, onde um grave acidente envolvendo um caminhão de combustível resultou na morte de um homem identificado como I.F.S., de 48 anos, motorista do veículo e deixou ferido um passageiro identificado como A.A.B. 

De acordo com o gerente de Fiscalização da Semar, Renato Nogueira, o trecho da BR-135 onde ocorreu o acidente continua isolado por tempo indeterminado, até que toda a operação seja concluída, por questões de segurança. No local houve vazamento de 30 mil litros de gasolina e diesel

Técnicos da Semar trabalham no local (Crédito: Divulgação)
Técnicos da Semar trabalham no local (Crédito: Divulgação)

“Nessa segunda-feira (24), foi realizado o transbordo do combustível que permanecia no veículo acidentado para outro caminhão que seguiu para a Petrobras em Teresina. O Corpo de Bombeiros fez o resfriamento do caminhão-tanque para que a carreta fosse destombada, a fase mais delicada da operação, porque qualquer atrito ou centelha poderia provocar uma explosão. Mas tudo foi feito com o máximo de cuidado e segurança”, afirmou. 

Mais cedo, o inspetor Jonas Mata, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), informou que a via continua interditada por risco de incêndio. “O veículo envolvido no acidente já foi removido do local. A areia misturada  com o combustível vai ser retirada e será colocada outra areia no local. O problema é o combustível que infiltrou na areia e no asfalto. Tratores vão retirar a areia contaminada e colocar outra areia para evitar contaminação do lençol freático. Parte dos 30 mil litros de combustíveis derramados ficaram muito concentrados na areia , por isso ainda existe alto risco de incêndio”, destacou o inspetor.

A carreta seguiu para a cidade de Bom Jesus e o trabalho no local do acidente prossegue nesta terça-feira (26), com a limpeza dos resíduos. Há bastante solo contaminado com combustível.

“Esse solo vai ser retirado, colocado numa área próxima, segura e impermeável e, posteriormente, será feita a destinação final. Um solo novo irá recobrir o local para que possa haver a recuperação parcial, uma vez que, em casos como esse, não é possível obtermos recuperação total do dano ambiental sofrido”, disse o gerente da Semar. 

O desvio está sendo feito pela PI-394 em um trecho curto de aproximadamente 7km em uma via de cascalho paralela à BR 135. No local há muita poeira, mas o trânsito está fluindo normalmente no desvio.

Desvio de rota (Crédito: Divulgação)
Desvio de rota (Crédito: Divulgação)



Fonte: Portal Meio Norte