Sobe para 42 número de presos na Casa de Detenção em Campo Maior

O presídio recebe presos desde a quinta passada

Subiu para 42 detentos o número de presos custodiados na Casa de Detenção Provisória de Campo Maior, usada pela Secretaria de Justiça para abrigar presos, emergencialmente, até que acabe a greve dos agentes penitenciários do Piauí. O presídio recebe presos desde a quinta passada.

O major Etevaldo Silva, comandante da Polícia Militar em Campo Maior, fez uma vistoria no presídio para avaliar a situação da Casa de Detenção. O local recebeu presos de Parnaíba, Picos e de Teresina.

“A Casa de Detenção de Campo Maior está sendo usada para abrigar presos até que a situação da greve se resolva”, informou o major.

O prefeito Professor Ribinha, conversou com o secretário de Justiça, Daniel Oliveira, e recebeu dele a informação de que até terça-feira toda a situação estará resolvida e que os presos voltaram aos locais de origem.

A Casa de Detenção de Campo Maior tem capacidade para 160 presos, mas ainda não foi inaugurada. No local existem dois pavilhões e um centro de triagem de presos. A previsão é de que o presídio seja inaugurado no início de outubro.


Fonte: Com informações do Portal de Campo Maior
logomarca do portal meionorte..com