Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

STJ faz Avon indenizar mulher que teve rosto manchado por creme

STJ faz Avon indenizar mulher que teve rosto manchado por creme

Compartilhe

Os ministros da 4? Turma do STJ (Superior Tribunal de Justi?a) negaram um recurso e mantiveram a senten?a que a condena a empresa de cosm?ticos Avon a pagar R$ 130 mil como indeniza??o a uma mulher que teve o rosto manchado depois de usar um produto chamado Renew All In One.

Na a??o, de acordo com o STJ, a consumidora afirma que aplicou o produto, que ? indicado para pessoas com mais de 40 anos e pele sens?vel, na "expectativa de obter uma pele mais jovem conforme prometia o livreto de indica??o". No entanto, o que ela notou foi uma escama??o na pele e o aparecimento de pequenas manchas.

Em contato com o servi?o de atendimento da Avon, a mulher foi informada de que a rea??o era normal e de que deveria continuar com o tratamento. O uso cont?nuo, por?m, s? piorou as manchas.

Em primeira inst?ncia, a Avon foi condenada a indenizar a mulher em R$ 120 mil por danos morais e em R$ 10 mil por danos materiais.

Inicialmente, a empresa recorreu ao TJ (Tribunal de Justi?a) do Rio Grande do Sul mas, como o pedido n?o foi apreciado por um problema de representa??o, recorreu ao STJ. O mesmo problema foi usado pelo ministro Massami Uyeda, relator do recurso, para considerar o pedido inexistente.

Procurada pela reportagem nesta quinta-feira, a Avon informou que o departamento jur?dico da empresa j? foi acionado e que avalia o caso, mas que n?o ir? se pronunciar.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar