Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Suposto ataque hacker faz TRF-1 tirar portal da justiça do ar

Administração do tribunal informou que sistemas foram colocados em modo restrito "para adequada investigação". Consultas a processos e emissão de certidões online estão indisponíveis.

Compartilhe

A suspeita de um ataque hacker fez o Tribunal Regional Federal 1ª Região (TRF-1) retirar o portal do ar, na manhã desta sexta-feira (27). Em nota, a administração do tribunal afirmou que os sistemas foram colocados em modo restrito como medida preventiva.

Segundo o TRF-1, que tramita processos de 13 regiões e do Distrito Federal, uma publicação veiculada em redes sociais falava sobre uma invasão ao site do Judiciário.

Sede do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) — Foto: Saulo Cruz/Ascom TRF-1 


"Assim todos os sistemas foram colocados em modo restrito para permitir adequada investigação, sendo que, até o momento, não se identificou nenhum ativo de TI comprometido", diz trecho da nota.

Por conta da medida, consultas processuais e a emissão de certidões online estavam indisponíveis até a última atualização desta reportagem, às 13h. A Corte não deu detalhes se houve o vazamento de arquivos.

O TRF-1 reúne processos dos seguintes estados:

Acre

Amazonas

Roraima

Rondônia

Amapá

Pará

Mato Grosso

Tocantins

Maranhão

Piauí

Bahia

Minas Gerais

Goiás

Distrito Federal

O ataque foi comemorado nas redes sociais pelos invasores, que afirmam ter capturado os dados, mostrando a "vulnerabilidade" do sistema do TRF-1.

Sistemas invadidos por hackers

No dia 3 de novembro, o sistema de informática do Superior Tribunal de Justiça (STJ) foi alvo de um ataque cibernético. A corte acionou a Polícia Federal para investigar o caso.

À época, todas as sessões de julgamentos do tribunal foram suspensas e, por "precaução", os prazos de processos foram adiados para até o dia 9 de novembro.


O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, defendeu a necessidade de aprimoramentos nos sistemas digitais do Poder Judiciário.

De acordo com o ministro, os ajustes são necessários porque ainda está em andamento o projeto "Juízo 100% Digital", que prevê a realização de todos os atos processuais exclusivamente por meio eletrônico e de maneira remota.

Na mesma semana, no dia 5 de novembro, a Secretaria e Economia do Distrito Federal identificou uma tentativa de ataque hacker aos sistemas do Governo do Distrito Federal, o GDFNet. O sistema de comunicação do Ministério da Saúde ficou fora do ar no mesmo dia, deixando o órgão sem internet, telefone fixo e emails corporativos.

Leia íntegra da nota do TRF1- sobre a suspeita de ataque hacker

“A administração do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), por meio da Secretaria de Tecnologia da Informação (Secin), informa que, em decorrência de publicação veiculada em redes sociais de que ocorrera uma invasão ao ambiente tecnológico do TRF-1, foram adotadas medidas preventivas para a preservação do ambienta.

Assim, todos os sistemas do Tribunal foram colocados em modo restrito para permitir adequada investigação, sendo que, até o momento, não se identificou nenhum ativo de TI comprometido."


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar