Tati Quebra Barraco volta a ser hostilizada após morte do filho

Tati Quebra Barraco está sendo hostilizada na internet.

Na madrugada deste domingo, dia 11, Yuri Lourenço da Silva, de apenas 19 anos, filho da cantora Tati Quebra Barraco, foi assassinado a tiros na Cidade de Deus, no Rio de Janeiro. A funkeira, que foi duramente atacada nas redes sociais e chegou a denunciar que a polícia matou o seu filho, voltou a receber mensagens de ódio. 

"Repudiamos o desrespeito à tragédia que é qualquer mãe ter que enterrar um filho. Agradecemos ao apoio de amigos e fãs nesse momento tão difícil. Estamos recebendo milhares de mensagens que estão ajudando confortar a família", relata uma nota oficial divulgada no Facebook.

Tati Quebra Barraco
Tati Quebra Barraco

"Esperamos que a verdade, sobre uma suposta troca de tiros que nunca ocorreu, chegue à tona e que os responsáveis por registrarem e divulgarem fotos indevidas e desrespeitosas em um momento como esse sejam punidos. Nos apoiamos nessa esperança e na fé para consolar o coração dos familiares de Yuri, que pedem privacidade nesse momento de luto".

Apesar das manifestações negativas, a cantora também recebeu apoio. " É preconceito. É ódio demais contra essa guerreira negra batalhadora", defendeu uma internauta. 

"A pessoa se arvorar a dizer a uma mãe que acabou de perder um filho qualquer coisa que não seja alento, é de uma imbecilidade sem tamanho. Gente indigesta", acrescentou outra. 

O crimeo

O rapaz de apenas 19 anos foi baleado no rosto durante um suposto tiroteio e em seguida levado para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, onde não resistiu.



Fonte: Com informações do UAI