Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Caixa estuda usar maquininhas para 3ª parcela do auxílio emergencial

A proposta deve transformar as poupanças digitais da Caixa em carteiras virtuais

Compartilhe

A Caixa Econômica Federal discute com empresas de maquininhas de cartão um novo método para distribuir a terceira parcela do auxílio emergencial de R$ 600. A notícia está no site Olhar Digital.

O banco estuda permitir o acesso ao benefício por meio do cartão de débito virtual das contas digitais da instituição. O sistema funcionaria por QR Codes gerados a cada pagamento nas maquininhas das empresas credenciadas.

A proposta deve transformar as poupanças digitais da Caixa em carteiras virtuais semelhantes aos serviços de empresas como PicPay e Mercado Pago.

A ideia da Caixa é reduzir as filas de retirada do benefício nas agências do banco, uma vez que o processo não envolve o saque dos recursos. O órgão federal já conversa com a Cielo, a Rede e a Getnet. Além disso, a iniciativa ainda pode envolver a bandeira de cartões Elo, que é associada à própria instituição.

Segundo o Estadão, o projeto de usar as maquininhas para o auxílio emergencial teria sido proposto por representantes da Cielo. A empresa já adaptou terminais para aceitar pagamentos com os recursos do auxílio emergencial por meio do cartão de débito virtual da Caixa. Grandes marcas varejistas como Carrefour, Extra e Assaí também já aderiram à ideia, diz o jornal.

Bloqueio de transferências

Na semana passada, a Caixa Econômica Federal impôs uma nova restrição que impede cidadãos de transferirem a segunda parcela do auxílio emergencial depositado na poupança digital do banco para outra conta. A medida deve valer até a próxima segunda-feira, dia 30 de maio.

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, o objetivo da regra é evitar aglomerações nas agências do banco, uma vez que muitos beneficiários transferiam o dinheiro para conhecidos e provocavam distorções no calendário de saque do auxílio emergencial.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar