Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Cearense recebe prêmio inédito na Suécia com soluções para 5G

Ícaro faz parte do time de Pesquisa e Desenvolvimento da Ericsson na Suécia desde 2009

Compartilhe
Google Whatsapp

O engenheiro elétrico Ícaro Leonardo da Silva, de 35 anos, natural do Ceará, tornou-se neste mês o primeiro brasileiro e sul-americano a receber o prêmio Inventor do Ano concedido pela multinacional sueca Ericsson. Ele é responsável  por cerca de 1.200 patentes em diversas áreas das comunicações sem fio, especialmente com produtos e soluções à implementação de redes e serviços 5G em todo o mundo. Entre eles, técnicas de processamento de sinais, camada física de sistemas 5G, protocolos de sinalização 5G e gerenciamento de redes. A notícia está no site Telesíntese.

Ícaro faz parte do time de Pesquisa e Desenvolvimento da Ericsson na Suécia desde 2009, após formar-se e participar de um projeto de colaboração da fabricante com o Grupo de Pesquisa em Telecomunicações Sem Fio (GTEL), da Universidade Federal do Ceará (UFC). A Ericsson já instalou redes do 5G em 19 países de várias partes do mundo e conta com inventores como Ícaro para ampliar o conceito de conectividade por meio de iniciativas de Internet das Coisas (IoT) e Inteligência Artificial e a aplicação em Indústria 4.0.

Por isso, os inventos de Ícaro serão também produzidos  na fábrica da empresa em São José dos Campos (SP), que será ampliada com investimentos de R$ 1 bilhão ao longo de cinco anos, conforme foi anunciado durante visita de dirigentes da empresa ao presidente Jair Bolsonaro.

“A tecnologia que a gente desenvolve acaba em cada smartphone que é vendido no mundo inteiro”, afirma o inventor. “Pra mim, o prêmio representa o reconhecimento da Ericsson a seus mais produtivos inventores, e como geram um impacto significativo pra empresa, pra indústria e na sociedade. Mas também representa um reconhecimento da indústria de telecomunicações como um todo. Digo isso, pois a razão de a Ericsson dar este prêmio é a adoção de nossas invenções na tecnologia 5G, que é decidida por toda a indústria e não só pela Ericsson”.

Desde 2000, a Ericsson dá suporte a toda a infraestrutura da UFC, seja com a construção do prédio,  contratação de cientistas  e pesquisa e desenvolvimento (P&D)  de patentes, com foco em melhorias na infraestrutura para a rede 5G. As parcerias de pesquisa permitem não só desenvolver e capacitar profissionais como também preparar o Brasil para a implementação das redes 5G, após o leilão previsto para o final de 2020.

 Ao Tele.Síntese, o presidente da Ericsson Latam Sul, Eduardo Ricotta,  disse que parcela expressiva do investimento no Brasil será feita em P&D para soluções às redes 5G no Brasil e em outros países da América Latina.  “A gente tem um importante investimento em P&D”, comentou. “Porque 5G não é só o rádio, antena. Você tem que adaptar todo o sistema de pré-pago, pós-pago, tarifação etc. Dentro deste plano de investimento,. a gente tem absolutamente tudo que a gente precisa pra ter o 5G funcionando bem aqui no Brasil e tem importação importante dessa fábrica”.


Siga nosso canal no telegram
Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se