Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Download no celular fica 17,1% mais rápido no Brasil, aponta estudo

A pesquisa avaliou apenas usuários conectados ao 4G

Compartilhe
Google Whatsapp
Siga-nos

O Brasil ocupou a posição 58 no ranking mundial de internet móvel, com velocidade de 15,3 Mb/s (Megabits por segundo, conhecido como "mega" no Brasil). O levantamento divulgado pela consultoria OpenSignal indica alta de 17,1% na velocidade de download via 4G no país durante março deste ano, na comparação com o mesmo período de 2019. 

O estudo analisou as principais mudanças ocorridas em 100 países de todo o mundo um ano após o primeiro lançamento dos serviços de 5G. A empresa levou em conta fatores como velocidade de download e upload, experiência de vídeo e porcentagem de tempo de uso. A pesquisa avaliou apenas usuários conectados ao 4G. Portanto, acessos via Wi-Fi foram desconsiderados.

A velocidade média de download no país aumentou em 2,2 Mb/s, passando para 15,3 Mb/s – o que representa uma melhora de 17,1%. Com isso, o Brasil passa a ser o quinto país mais rápido da América Latina para baixar arquivos, ficando atrás do Uruguai (20,3 Mb/s), México (19,6 Mb/s), Porto Rico (18 Mb/s) e Argentina (17,4 Mb/s). No ranking mundial, o Brasil ocupa a posição 58 de 100.

Já o percentual de tempo que os brasileiros passaram conectados às redes de quarta geração aumentou 7,4 pontos percentuais (10,2%), passando para 79,3%. Este número representa o terceiro maior aumento da América Latina levando em consideração o crescimento entre os primeiros trimestres de 2019 e 2020.

Segundo a consultoria, estes avanços podem estar relacionados à pandemia do novo coronavírus, que tem feito com que os usuários gastem mais tempo com o consumo de conteúdos online.

O Brasil fica atrás apenas de Equador (25%) e Costa Rica (14,8%). No total, o país foi o 25º país da lista com o maior aumento. A média geral na ampliação de disponibilidade de 4G entre os 100 países observados foi de 6,1 pontos percentuais, passando para 86,8%.

Em relação à qualidade da experiência de vídeo, o Brasil melhorou, passando da categoria “justo” para “bom”. A pontuação do país aumentou 11,2 pontos, aumentando para 63,2 em uma escala que vai até 100, apenas 1,8 pontos a menos para entrar na categoria “muito bom”, localizada entre 65 e 75 pontos.

Embora seja uma melhoria significativa, a Opensignal fez um alerta em relação à experiência de vídeo menos consistente no Brasil. A empresa ressalta que o problema acontece principalmente quando se trata de resoluções mais altas de streaming (transmissão ao vivo).

A pesquisa também apontou que os países que ainda não implementaram o 5G apresentaram melhoras na experiência de vídeo. A pontuação pulou para 46,9 – aumento de 20,5%.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Siga-nos

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar