Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Em meio à pandemia, mercado de TI mantém ritmo de contratações

A perspectiva para o pós pandemia também é positiva, tendo em vista o crescimento do home office

Compartilhe

Vivenciamos um período de transição provocado pela pandemia da Covid-19. Com as medidas de distanciamento social, o mercado de trabalho foi afetado abruptamente, dando um espaço cada vez maior ao home office, o que evidenciou a importância da tecnologia nos dias atuais e na construção do ‘novo normal’.

Em tal âmbito, a área da tecnologia da informação (TI) ganhou notoriedade e mostrou-se imprescindível, obtendo um forte crescimento mesmo diante da crise econômica e sanitária ocasionada pelo novo coronavírus. Sob tal perspectiva, uma pesquisa da Spring Professional evidencia que as companhias de tecnologia foram as que mais mantiveram o patamar de contratações observado no pré-pandemia, registrando uma alta de 23% nos últimos meses.

Na lista de profissionais mais requisitados para esse momento, de acordo com a PageGroup, entram o líder de cibersegurança, e o especialista em cloud, que elabora soluções de arquitetura e infraestrutura de TI na nuvem.

Especialista em engenharia de software, Laécyo Marcello destaca que outros ramos do setor de TI também registram alta e a perspectiva é que no pós-pandemia a curva ascendente se mantenha. “Um estudo da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), em parceria com o Movimento Compre & Confie, identificou que as compras via e-commerce cresceram 30% entre os dias 25 de fevereiro e 20 de março, quando comparadas com o mesmo período do ano passado. Além disso, dados da Ebit, em parceria com o Nielsen, mostram que o número de novos consumidores, ou seja, aqueles que estão adquirindo itens pela internet pela primeira vez, subiram 32% entre os dias 11 e 25 de março. Então definimos que esse mercado de TI irá crescer ainda mais e manter pós-pandemia, não só o setor de compras, mas outros setores envolvendo tecnologia”, afirma.

No Piauí, o profissional revela que o espaço para crescimento em TI é vasto, focando na imensidão de mercado que as redes oferecem, abrangendo não só o Estado, mas o mundo inteiro. “Não precisamos sempre pensar no Piauí e sim pensar já para o mundo, tecnologia não tem limite para que possamos atender o cliente, e sim temos que construir cada vez mais produtos para que seja para todos”, frisa.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar