Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Facebook cria mecanismo para diminuir desinformação sobre a Covid-19

Nova ferramenta ajuda usuários a revisarem o conteúdo de qualquer publicação relacionada à doença

Compartilhe

O Facebook anunciou que vai implementar uma ferramenta útil no combate à desinformação acerca da Covid-19. O recurso servirá como uma revisão do conteúdo a ser publicado e mostrará há quanto tempo um link foi postado e o tempo de existência do perfil que fez a publicação pela primeira vez. A notícia está no site Olhar Digital.

Com problemas para controlar a comunidade, a empresa busca formas de punir e minimizar os danos causados pelas fake news. Além do recurso de revisão, a aba contará com um alerta, que comunica ao usuário se o conteúdo a ser compartilhado possui menções suspeitas relacionadas à doença causa pelo coronavírus.

Os responsáveis pela rede social reconhecem que o botão de compartilhamento automático é perigoso, já que a revisão do conteúdo a ser publicado pode ser ignorada. A nova funcionalidade permite que o usuário tenha convicção de que o material postado é verídico e não dissemina qualquer tipo de informação falsa.

"Antes de compartilhar diretamente qualquer conteúdo, o usuário verá links, fontes e informações. Esperamos que ele se seja contextualizado e esteja envolvido com o material de forma mais rápida.", afirmou David Gills, designer de produtos do Facebook.

Auditoria externa

Em relatório trimestral divulgado na terça-feira (11), o Facebook reforçou quais políticas são mais problemáticas e afirmou que está passando por dificuldades para controlar o conteúdo publicado na rede social.

Com a pandemia afetando o mundo todo, é mais díficil para a empresa manter, presencialmente, seus funcionários que fiscalizam os compartilhamentos, rendendo uma diminuição do número de punições por violação das diretrizes da rede social.

Com plantel reduzido, o Facebook está utilizando a tecnologia para definir as devidas punições atribuídas por gravidade. O único problema é que, em muitos casos, os computadores são imprecisos, deixando que algumas infrações passem despercebidas. 

Dentre os principais temas tratados, suicídio e abuso sexual foram os assuntos tratados com prioridade máxima.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar