Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Google aplica IA para detectar anexos maliciosos

O novo sistema foi treinado para analisar os diferentes tipos de documentos

Compartilhe

O Google detalhou em um de seus blogs como a empresa adotou a inteligência artificial para detectar arquivos maliciosos no Gmail. Segundo a empresa, o modelo de aprendizado de máquina (Machine Learning) ajudou a alcançar uma taxa de bloqueio de 99,9% das ameaças que circulam no serviço. A notícia está no site Canaltech.

Para colocar esse número em perspectiva, a empresa diz que o verificador de malware checa mais de 300 bilhões de anexos a cada semana, e devido às constantes mudanças nos arquivos e ameaças, o Google adotou no final de 2019 um sistema de Deep Learning que aumentou a taxa de detecção em 10%.

O novo sistema foi treinado para analisar os diferentes tipos de documentos – planilhas, apresentações, documentos de texto – e identificar padrões de ataque, conteúdo escondido e macros maliciosos. Segundo o Google, arquivos Office representam 56% dos repositórios maliciosos que miram usuários do Gmail, outros 2% são arquivos PDF.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar