Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Termina horário de verão para 11 estados; confira mudanças no comércio e bancos

Nas agências dos Correios, o atendimento volta ao horário normal. Em Teresina, a Agência Central localizada no centro da cidade, atende de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e nos sábados das das 8

Compartilhe

O Norte e Nordeste não participam do horário de verão, mas para o Distrito Federal e 11 estados brasileiros a mudança termina a 0h de domingo (22). Agora, os moradores dessas localidades devem atrasar o relógio em uma hora, tendo assim, uma hora a mais no sábado.

O Piauí não aderiu por completo ao horário de verão, porém, alguns estabelecimentos sofreram alterações nos horários de atendimento, como os bancos, que de outubro de 2014 a 21 de fevereiro, atendiam nos horários das 9h às 15h, e com o fim do horário de verão, atendem das 10h ás 16h.

Nas agências dos Correios, o atendimento volta ao horário normal. Em Teresina, a Agência Central localizada no centro da cidade, atende de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e nos sábados das das 8h às 12h.

O Aeroporto de Teresina segue aos horários de Brasília, por isso o passageiro deve verificar dias antes da viagem o documento referente aos horários do voo, para assim não se atrasar.

Da mesma forma, seguem os horários normais das programações televisivas. Apenas algumas emissoras regionais do Piauí, continuaram a programação normal durante o horário de verão.

Em 2014, o horário de verão teve início em 19 de outubro. Na época, a estimativa do governo era uma economia de R$ 278 milhões, com geração de energia térmica no horário de pico. Em 2013, a economia foi
R$ 405 milhões.

Lembrando que a mudança acontece todos os anos no Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Tocantins.

Ainda de acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANELL), a medida é para reduzir o consumo de energia no horário de pico, registrado das 18h às 21h, aproveitando melhor a luz natural ao entardecer.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar