Testemunha diz que mulher chegou a pedir ajuda dentro de avião

Bombeiros estavam indo ao local para fazer resgate dos corpos

Uma testemunha que trabalha próxima ao local onde caiu o avião no qual viajava o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki contou que chovia e que muitos barcos estavam fazendo passeios turísticos em uma área próxima. Três pessoas morreram após o acidente nesta quinta-feira (19).

"Não fez barulho, não fez nada, só senti um cheiro forte de gasolina. Logo que o avião caiu, já estavam fazendo o resgate, e uma pessoa que estava dentro do avião estava viva pedindo socorro. As pessoas tentaram socorrer, mas não deu tempo de salvar a mocinha que tava dentro desesperada pedindo ajuda", lamentou Rosália Ramos Lima, dona de uma pousada na Ilha Rasa, próximo onde ocorreu  o acidente.

O empresário Elias Ramos afirmou que ele e outras pessoas que tentavam ajudar no resgate chegaram passar uma mangueira por um buraco na fuselagem do avião para salvar a sobrevivente, mas não houve tempo para retirá-la. "Quando eu cheguei com o bote o avião já estava na água. Já tinha bombeiro dentro da água. Eles já logo pediram ajuda. Eu entrei na água, tinha muita querosene. Logo que eu cheguei perto do avião já vi a moça batendo na janela do avião pedindo socorro. A gente fez o possível pra tentar salvar ela mas infelizmente não deu tempo", diz Elias Ramos.

O diretor de Operações do Corpo de Bombeiros, Ricardo Valle, confirmou ao RJTV que estava indo realizar o resgate dos corpos. "Vamos fazer o desencarceramento e resgate dessas pessoas", disse ele. "Estamos com nossas equipes de especialistas se dirigindo para o local, para fazer a estabilização da aeronave, para que ela não submerja, e fazer a retirada dos corpos da aeronave", afirmou. Segundo ele, as condições meteorológicas dificultam o trabalho.

A TV Rio Sul recebeu a conformação da família de que uma das vítimas do acidente é o empresário do setor de hotéis em São Paulo Carlos Alberto Fernandes Filgueiras, de 69 anos. Ele era o proprietário da aeronave e estava indo para Paraty por volta das 19h30 para fazer o reconhecimento do corpo. De acordo com os bombeiros, quando retirados da aeronave, os corpos devem chegar à terra pela região da Praia do Pontal.

Estado e Prefeitura emitem notas de pesar

O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, emitiu nota de pesar sobre a morte do magistrado. "Manifesto o mais profundo pesar pelo trágico falecimento do ministro Teori Zavascki. O trabalho realizado por Zavascki como ministro do Superior Tribunal de Justiça e, posteriormente, do Supremo Tribunal Federal merece destaque pela dedicação, discrição e respeito à democracia. Meus sentimentos à família.", diz a nota.

O prefeito do Rio Marcelo Crivella também emitiu nota na noite desta quinta-feira (19). "A Justiça brasileira perdeu hoje um de seus pilares. Teori Zavascki era uma referência para aqueles que prezam uma justiça isenta e ética. Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) desde 2012, ele teve uma trajetória respeitada desde os tempos de magistrado e professor, que sempre defendeu a aplicação da lei com seriedade e conformidade. Teori marcou seu nome na história de nosso País. É um dia de tristeza para a família, amigos e todos os brasileiros"

Image title

Image title

Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com