mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

THE: Defesa Civil já atendeu mais de 900 pessoas somente em 2018

A população pode ligar, gratuitamente, para o número 153

Nos três primeiros meses do ano, a Defesa Civil Municipal de Teresina atendeu 934 pessoas, por conta das chuvas que atingem a capital. Entre as ocorrências, realizadas nas zonas Norte, Sul, Leste, Sudeste e Rural, estiveram o apoio em casos de desabamentos, alagamentos, risco de deslizamento, queda de árvores, entre outros.

A Defesa Civil, que é vinculada à Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), também tem o mapeamento de 56 áreas de risco na cidade. Por conta disso, o órgão realiza o monitoramento das regiões. O período de constantes chuvas também leva ao monitoramento dos rios Parnaíba e Poti, a fim de evitar ou minimizar danos pessoais e materiais que podem acontecer por conta das cheias.

“No momento, estamos realizando ações de socorro e monitoramento nas áreas de risco, além das que também já foram atingidas. Diante das fortes chuvas, a cheia dos rios e a possibilidade do risco de inundações, a fim de prever que as águas atinjam o limite e realizar ações de alerta, socorro e retiradas de vítimas, continuamos em um monitoramento constante nos rios que banham a cidade”, comenta Sebastião Domingos, membro da Defesa Civil de Teresina.

Para contato com a Defesa Civil, a população pode ligar, gratuitamente, para o número 153. “Em alguns casos, se constatada a necessidade que as famílias deixem suas moradias, a Prefeitura de Teresina, por meio da Semcaspi, oferta ao morador o Programa Cidade Solidária. Esse contanto com a secretaria permite que façamos um atendimento mais especializado. O acompanhamento pelos CRAS é importante nesse momento”, destaca Samuel Silveira, secretário da Semcaspi.

Atualmente, 121 famílias estão inclusas no Cidade Solidária. O programa possui duas linhas de atuação: o ‘Família Solidária’ e o ‘Residência Solidária’. No primeiro, a pessoa acolhida indica outra família para lhe receber e a Prefeitura repassa uma ajuda de custo no valor de R$ 250. No segundo, a família deve indicar um imóvel para alugar, no valor de até R$ 250, e a Prefeitura arca com o pagamento no prazo de um ano.

O Cidade Solidária é executado em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), por meio da SDU ou SDR. Sistematicamente, a família também é acompanhada pela Semcaspi, por meio do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), sendo fornecido, caso necessário, cesta básica, kit acolhimento e kit limpeza.


Tópicos

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail