Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Acesse a versão para celular

UESPI, Seduc e Fapepi discutem implantação de Universidade Aberta

Inicialmente o programa vai ofertar 3.000 vagas

Compartilhe
Google Whatsapp

O Termo de Cooperação do Programa Universidade Aberta do Piauí (UAPI) foi discutido na manhã desta quarta (1º), entre a Universidade Estadual do Piauí, Secretaria de Educação do Estado (SEDUC) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (FAPEPI). O encontro visava formalizar as competências de cada órgão na implantação dos 60 pólos de Educação à Distância (Ead) no estado.

O superintendente de Educação Superior da Seduc, Ellen Gera, destaca que no primeiro momento o programa vai contemplar 60 municípios. “Esses municípios não contam com nenhuma modalidade de ensino superior. O objetivo é que o estudante tenha, na sua cidade, o ciclo completo da educação. Com ensino básico, médio, técnico e superior”, afirmou.

Para o superintendente, a EaD permite, de forma muito mais ágil, atingir a meta do governo, porque é uma ferramenta consolidada no Brasil, de ampliação da educação. “Nossa pretensão é chegar a todos os municípios do Piauí com esse ciclo da educação”, pontua.

De acordo com o diretor do Núcleo de Educação da UESPI (Nead), Arnaldo Brito, o curso ofertado no edital do primeiro semestre será Bacharelado em Administração. “No segundo semestre, teremos outros cursos, em outros polos, expandindo a nossa Ead”, explica. Serão ofertadas 3.000 vagas, no edital previsto para março. A previsão do início das aulas também é para o primeiro semestre.

O diretor ressalta que os 60 polos já são reconhecidos pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e o MEC (Ministério da Educação). O diretor afirma que o termo de cooperação entre os órgãos está encaminhado para a fase de assinatura de convênios. “No mês de fevereiro a equipe do MEC fará uma visita ao Piauí para fazer uma inspeção final do programa”, declara Arnaldo Brito.

Na parceria entre os três órgãos, compete a Seduc gerenciar a manutenção e estrutura dos pólos em cada município, sendo a UESPI a responsável pela parte de logística do processo pedagógico, enquanto a Fapepi  vai atuar na remuneração das bolsas apoio administrativo e do apoio didático pedagógico. Segundo o Diretor Técnico e Científico da Fapepi, Albemerc Moraes, são estimadas mais de 200 bolsas para fomentar o programa.

O reitor Nouga Cardoso define a expansão da Ead como mais oportunidades de ensino superior. “Hoje concluímos a parceria, com as atribuições de cada um dos órgãos envolvidos. Estamos mais próximos da divulgação do lançamento do edital, para que todo estado do Piauí possa conhecer quais são as cidades pólos. Estamos concretizando mais uma grande ação”, conclui.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto