Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Um ano após morte, Marielle Franco é homenageada em Teresina

"Desde então não teve uma noite sequer que eu não tenha sentido sua falta", disse Mônica Benício. Várias homenagens à vereadora assassinada acontecem nesta quinta (14).

Compartilhe
Google Whatsapp

Em homenagem a um ano da morte de Marielle Franco, várias cidades brasileiras realizam atos relembrando a vereadora. Na avenida Marechal Castelo Branco, em Teresina, é possível ver um grande cartaz com o rosto de Marielle estampado e a frase ‘Marielle Vive’, estendida na Ponte Juscelino Kubitschek.

Pouco depois da 0h desta quinta-feira, 14 de março de 2019, Mônica Benício postou uma foto e um texto no Instagram homenageando Marielle Franco. Exato um ano depois da execução da vereadora e de seu motorista Anderson Gomes, a viúva escreveu que não há um dia em que ela não chore a morte da mulher e que espera que o dia seja repleto de pedidos de justiça pelas ruas.

 Ato em memória de Marielle na escadaria da Câmara de Vereadores — Foto: Narayanna Borges/GloboNews 

"Há 365 dias atrás nós dormimos abraçadas pela última vez. Desde então não teve uma noite sequer que eu não tenha sentido sua falta. Não teve uma manhã q eu não tenha chorado sua ausência. Tá muito difícil sem você! Mas hoje as ruas estarão cheias gritando seu nome, clamando por justiça, elevando aos céus muito amor pra você. Não há nada no mundo q eu deseje mais do que você estar em paz", postou.

Mônica também falou sobre a vida do casal: "De todos os momentos do dia nosso consenso é que o melhor era deitar para 'descansar'. Ficar agarradas de papo, falar do dia, dos sonhos, fazer cosquinha pra ouvir a gargalhada antes de dormir. Sexo. Massagem nos pés. A única regra era que não se podia dormir sem dar 'beju' de boa noite, mesmo se estivéssemos brigadas".

Atos programados

Uma série de atos está programada para lembrar a data e para cobrar respostas - sobretudo sobre possíveis mandantes.

 Girassóis ornam dizeres na escadaria da Câmara de Vereadores do Rio — Foto: Narayanna Borges/GloboNews 

Às 8h, flores foram colocadas na Cinelândia, na frente do Palácio Pedro Ernesto, sede da Câmara de Vereadores, onde Marielle trabalhava. Uma faixa amanheceu estendida na fachada do prédio. Manifestantes em pernas de pau cantaram 'Juízo Final', de Nelson Cavaquinho.

Às 9h, aconteceu uma manifestação silenciosa nas escadarias do Palácio Tiradentes, sede da Alerj, na Praça 15. Vão ser espalhados mais de 300 girassóis nos degraus da escada de acesso ao prédio e uma faixa escrito "Quem matou Marielle?" será estendida.

Às 10h, será celebrada uma missa pela memória de Marielle e Anderson, na Igreja da Candelária, presidida pelo cardeal-arcebispo do Rio, Dom Orani Tempesta. Os pais de Marielle, Antônio Francisco e Marinete Francisco, devem participar.

Na parte da tarde, na Cinelândia, ás 14hs, acontecerá um ato público na porta da Câmara dos Vereadores, com uma aula pública. No fim do dia, por volta das 18hs, um ato político cultural também será realizado no local, Cinelândia.

Ainda estão previstas a mesma homenagem em outras praças como General Glicério, em Laranjeiras; Largo das Neves, em Santa Teresa; Cardeal Arcoverde, em Copacabana; Largo da Carioca, no Centro; Praça do Ringue, em Santa Cruz; e na Praça do Estácio - local do crime.

 Mônica Benício fez tatuagem em homenagem a Marielle Franco — Foto: Marcos Serra Lima/G1 

Investigação

Marielle e Anderson foram executados dentro do carro no Centro do Rio, depois de saírem de um evento na Lapa, em 14 de março de 2018.

Após um ano de investigação, na terça-feira (12) dois homens foram presos apontados pela Polícia Civil e pelo Ministério Público como envolvidos no duplo homicídio e na tentativa de homicídio contra Fernanda Chaves, assessora de Marielle que também estava no carro.

O sargento da Polícia Militar reformado Ronnie Lessa é acusado de ser o autor dos disparos, e o ex-PM Élcio de Queiroz teria dirigido o Cobalt prata usado no crime. Eles negam o crime.

Uma segunda etapa da investigação segue em curso. Um dos objetivos é identificar quem é o mandante da execução e qual o motivo para mandar assassinar Marielle. Para os investigadores, a vereadora do PSOL era o alvo, e Anderson foi morto para garantir a impunidade dos matadores.

Atos pelo Brasil e o mundo

Para cobrar respostas sobre o caso e justiça para milhares de crimes que ocorrem nas periferias, principalmente contra negros e pobres, serão realizados atos políticos em diversos países. Referência na defesa dos direitos dessa população, Marielle se definia nas redes sociais como "Mulher negra, cria da Maré e defensora dos Direitos Humanos".

Dezenas de capitais brasileiras já realizaram manifestações ao longo da semana. Em São Paulo, o ato "Justiça para Marielle - vidas negras e periféricas importam” acontece nessa quinta-feira (14) e começa às 17h na Praça Oswaldo Cruz. Está prevista uma aula pública sobre o legado de Marielle conduzida por Jupiara Castro do Núcleo de Consciência Negra e da deputada estadual Erica Malunguinho (PSOL). 

Os artistas confirmados para o ato da capital paulista são o grupo Clarianas, Sarau das Pretas, Coletivo Negro, Cabaré Feminista, Bloco do Fuá e Luana Hansen. A caminhada até o prédio da Presidência na Avenida Paulista deverá ser conduzida pelo grupo Ilú Obá de Min.

Confira a agenda de atos marcados para esta quinta:

Rio de Janeiro (RJ)

Amanhecer por Marielle e Anderson – RJ, 6h

Festival Justiça Por Marielle e Anderson ::. 14/03, 8h

Zona Oeste por Marielle Franco, Praça do Ringue, Santa Cruz, 10h

Celebração Marielle Semente, 13h

Aula Magna: Eu Sou Porque Nós Somos, Praça Cinelândia, 14h

Carolina, Abdias e Marielle: Vidas, Ancestralidade e Continuação, Centro de Artes da Maré, 15h

Marcha contra o genocídio negro! SOMOS Marielle Franco!, Alerj, 17h

Cabo Frio (RJ)

Pela memória e justiça de Marielle!, Praça Porto Rocha, 17h

Campos (RJ)

Mesa: Um ano da morte de Marielle Franco – quem matou Marielle?, Instituto Federal Fluminense (IFF Campos), 18h30

Brasília (DF)

365 dias sem Marielle [DF], distribuição de placas Rua Marielle Franco, Praça Zumbi dos Palmares, 12h

Lançamento do livro UPP: a redução da favela a três letras, Foyer do plenário do CLDF, 17H

Sessão solene em Memória de Marielle Franco, Plenário do CLDF, 19h

Campo Grande (MS)

Por que mataram Marielle Franco?, Concha Acústica, 8h

João Pessoa (PB)

Festival Marielle Vive, Parque da Lagoa, 9h30

Natal (RN)

Marielle, presente! O legado dela está mais vivo do que nunca., Auditório do DECOM/UFRN, 13h

14M – Por justiça e pela memória de Marielle Franco, Calçadão do Midway. 17h

São Bernardo (SP)

Ato Marielle Vive, Praça da Matriz, 14h

Aracaju (SE)

14M Aracaju – Marielle Vive!, Câmara dos Vereadores de Aracaju, 16h

Sessão Solene em memória de Marielle Franco, Câmara Legislativa do Distrito Federal, 17h

Fortaleza (CE)

Amanhecer por Marielle, Praça da Justiça, 6h

Ato Marielle Vive!, Praça da Gentilândia, 17h

Marielle, presente! De três letras a uma só voz, Auditório Valnir Chagas FACED – UFC, 19h

Belo Horizonte (MG)

Semana Marielle Franco UFMG, UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais, 17h (de 11 a 15 de março)

Marielle Vive! Um ano de Saudade e Lutas!, Praça Sete De Setembro, 17h30

São Paulo (SP)

Justiça para Marielle: vidas negras e periféricas importam! 14M, Av. Paulista praça Oswaldo Cruz, 17h

Marielle Vive, Nós Também! Pelo direito à vida das mulheres!,  Estrada do M’Boi Mirim, 18h

Bauru (SP)

Justiça por Marielle! Quem matou e quem mandou matar?, em frente a Câmara Municipal, 17h

Porto Alegre (RS)

Março Feminista! Justiça para Marielle: 1 ano sem resposta, Esquina Democrática, 18h

Pelotas (RS)

Um Ano Sem Marielle Franco, Chafariz do Calçadão, 17h30

Manaus (AM)

Simpósio e Aula pública – Marielle virou semente – ato em memória de Marielle Franco, Casa das Artes, 15h

 

Internacional:

Buenos Aires, Argentina

14M: Florecer por Marielle Franco, Obelisco, 18h

Paris, França

Marche pour Marielle Franco, Place de l’Opéra, 14h (10h, horário de Brasília)

Berlim, Alemanha

Marielles Vermächtnis, Rosa-Luxemburg-Stiftung, 16h (12h, horário de Brasília)

Celebrating the Life of Marielle Franco, Afropolitan Berlin, 19h ( 15h, horário de Brasília)

Amsterdã, Holanda

Justice for Marielle Franco, Dam, 16h (12h, horário de Brasília)

Genebra, Suíça

Rassemblement en mémoire de Marielle Franco, Place des Nations, 18h (14h, horário de Brasília)

Bern, Suíça

Kundgebung zum Gedenken an Marielle Franco, Waisenhausplatz, 18h (14h, horário de Brasília)

Bolonha, Itália

Marielle presente! – Giustizia per Marielle Franco, Piazza Giuseppe Verdi, 18h (14h, horário de Brasília)

Madri, Espanha

Justicia para Marielle, Embajada de Brasil en Madri, 18h30 (14h30, horário de Brasília)

Melbourne, Austrália

Solidarity: The legacy of Marielle Franco, State Library of Victoria, 19h (5h, horário de Brasília)

Londres, Reino Unido

Vigília em memória de Marielle Franco, Embassy of Brazil in London, 18h (15h, horário de Brasília)

Nova Iorque, EUA

Honoring Marielle Franco-with Marcia Tiburi and Adjoa Jones, NYU Institute for Public Knowledge, 18h (17h horário de Brasília)

Boston, EUA

Marielle Presente em Boston, Harvard University Robinson Hall, 19h (18h, horário de Brasília)

Los Angeles, EUA

Round-table: Structural Racism and Marielle Franco’s Legacy, UCLA, 20h (16h, horário de Brasília)

Oakland, EUA

Rally in Honor of Marielle Franco, Oscar Grant Plaza, 22h30 (18h30, horário de Brasília)

Montreal, Canadá

Marielle Presente! Anderson Presente!, Place des Arts, 16h (15h, horário de Brasília)

Ottawa, Canadá

Remembering Marielle Franco & Anderson Gomes, Prime Minister’s Office, Elgin & Wellington, 17h (18h, horário de Brasília)

Montevidéu, Uruguai

Un año sin Marielle Franco, Facultad de humanidades, 17h30

16/03

Nova Iorque, EUA

Marielle Franco – The Legacy of a Powerful Woman, The People’s Forum, 13h (12h, horário de Brasília)

Dia 16: Marcha das Marielles em Boston, Community Church of Boston, 15h (16h, horário de Brasília)

Bogotá, Colômbia

Justicia para Marielle Franco! Bogotá, Colombia, 

Plaza de Bolívar, 18h (16h, horário de Brasília)

21/03

Zurique, Suíça

Diálogo: Ativismo, resistência e resiliência nos espaços da política institucional com Mônica Francisco, Sihlquai, 125, 18h30 (22h30, horário de Brasília)



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×