Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Universitária cria biblioteca comunitária na zona Norte de Teresina

A estudante de Direito, Sanny Pereira de Andrade, teve a ideia de transformar realidades da comunidade onde mora com a criação de uma biblioteca

Compartilhe
Google Whatsapp

A estudante de Direito, Sanny Pereira de Andrade, de 30 anos, nasceu e cresceu na região do Residencial Dilma Rousseff, zona Norte de Teresina. Com a ideia de transformar realidades de uma região castigada pela pobreza e mazelas da sociedade, como as drogas e a prostituição, a jovem decidiu tomar a frente de algo singelo: uma biblioteca. Assim surgiu o projeto “Quem É Seu Próximo?”.

Com a ajuda da mãe, Dalmiran Pereira da Silva, de 53 anos, e a sobrinha, Milena Sousa, de 15, Sanny inicia o sonho de transformar a casa antiga da mãe em um espaço cultural. “A ideia surgiu na família, porque pensávamos em ajudar a comunidade de alguma maneira. Então, iniciamos a biblioteca, mas queremos aumentar os atendimentos e conseguir mais coisas para ampliar o projeto na região”, conta.

Quem tiver interesse em ajudar Sanny, basta entrar em contato no whatsapp (86) 98817-4894.

Crédito: Raissa Morais

Sanny quer retirar as crianças e adolescentes da ociosidade. “Eu nasci e cresci aqui. Conheço boa parte das pessoas. Então, a gente gosta de todo mundo e quer o melhor para eles, principalmente as crianças e adolescentes. É a maneira que vemos de dar um retorno a essas pessoas e continuar por aqui”, acrescenta.

O projeto deve ser ampliado para outras áreas, como esporte e a música. “Nós já estamos trabalhando para colocar capoeira, balé, aula de teatro, violão, flauta. Queremos fazer um espaço multicultural. O nome do projeto é ‘Quem É Seu Próximo?’. Vamos atender de 30 a 40 crianças, de início. Queremos começar com crianças até o adolescente”, revela Sanny Pereira.

A ideia é que o projeto possa crescer também para outras faixas etárias. “Com o passar do tempo, também queremos atender pessoas mais velhas que não sabem ler ou escrever. Também queremos desenvolver essa parte de alfabetização, que caminha com a leitura a partir da biblioteca”, finaliza.

Crédito: Raissa Morais

Crédito: Raissa Morais


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×