Valdemiro Santiago conta ter escapado de tubarões e já foi preso

Pastor Valdemiro Santiago levou uma facada durante culto.

O pastor Valdemiro Santiago, que levou uma facada durante culto dentro do templo da Igreja Mundial do Poder de Deus, em São Paulo, no domingo (8), já foi preso por porte ilegal de armas em 2003, disse ter nadado por mais de 8 horas após o naufrágio de um barco em que estava na África e chamou o apresentador Ratinho, do SBT, para briga, na TV. Camisa ensanguentada de Valdemiro é usada para ‘curar’ fiéis. 

“Sabotaram o barco. Eu peguei uma boia e pedi para que os pastores ficassem lá enquanto eu ia buscar socorro. Fui levado para uma ilha deserta. A corrente puxava (para trás). Eu nadei das 9h30 até as 5 horas da tarde. Ali havia um ninho de tubarões brancos. Por causa do sal, meus olhos sangravam. Eu orava e chorava muito”.

Em abril de 2003, Santiago foi preso durante uma blitz em Sorocaba, no interior de São Paulo. Na ocasião, ele carregava uma escopeta, duas carabinas e munição dentro do porta-malas de seu veículo. Na casa de Santiago foram localizadas outras duas armas e mais munição.

Questionado sobre o episódio de domingo, o pastor afirmou que perdoa o acusado de desferir a facada, Jonathan Gomes Higino, 20 anos, que já foi preso. Vídeo mostra momento que pastor é esfaqueado durante culto

“Eu perdoo a pessoa que fez isso porque ela carece de perdão, misericórdia de Deus. Não sei quem é, mas já está perdoado em nome de Jesus, abençoado. E quem mandou também. Abençoado e perdoado”, disse. 




Fonte: Com informações da Veja