Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Vírus da dengue pode proteger cidades da febre amarela

Vírus da dengue pode proteger cidades da febre amarela

Compartilhe

O temido v?rus da dengue pode estar desempenhando, sem querer, um papel positivo nas cidades brasileiras, impedindo que a febre amarela urbana volte a atacar. De acordo com ind?cios intrigantes, levantados por pesquisadores da USP de Ribeir?o Preto, o causador da dengue e o v?rus da febre amarela estariam competindo no interior dos mosquitos que transmitem ambas as doen?as, com uma vit?ria clara do primeiro.

Se a hip?tese estiver correta, ela explica de forma simples e elegante por que a febre amarela n?o voltou a invadir as cidades do Brasil desde a erradica??o do problema nos anos 1940, quando os mosquitos transmissores do v?rus foram quase eliminados. De quebra, a id?ia traz um pouco mais de tranq?ilidade diante do medo de uma nova epidemia urbana da doen?a. ?Eu gostaria muito que isso fosse verdade, mas ainda ? cedo para ter certeza?, diz o professor Benedito Antonio Lopes da Fonseca, chefe do Laborat?rio de Virologia Molecular da Faculdade de Medicina da USP em Ribeir?o Preto.

As pistas sobre a guerra entre os dois tipos de v?rus est?o sendo seguidas por Fonseca e por sua aluna Emiliana Pereira Abr?o da Costa, cujo projeto de tese de doutorado investiga o tema. Os dois vil?es microsc?picos pertencem ao mesmo grupo, o dos flaviv?rus. Tamb?m usam o mesmo vetor para alcan?ar os seres humanos: os mosquitos do g?nero Aedes. Essas caracter?sticas em comum levaram Fonseca a desenvolver a hip?tese da competi??o entre os v?rus dentro dos insetos.

?Como n?o temos a estrutura para criar e infectar os mosquitos vivos em laborat?rio, procuramos fazer um teste com uma cultura de c?lulas?, conta Fonseca. Os pesquisadores empregaram c?lulas especialmente cultivadas do mosquito Aedes albopictus (primo menos famoso do A. aegypti), que servem de meio para a multiplica??o dos flaviv?rus.

?O que n?s descobrimos ? que, quando as c?lulas s?o infectadas pelo v?rus da dengue, ? praticamente imposs?vel fazer com que o v?rus da febre amarela se estabele?a nelas depois, mesmo que tentemos infectar essas c?lulas com milhares de v?rus?, explica Fonseca. ?Parece haver uma interfer?ncia na replica??o do v?rus da febre amarela, de forma que, em vez de uma produ??o de centenas de milhares ou milh?es de part?culas virais, obtemos s? algumas centenas.?


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar