Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

W. Dias mantém expulsão de ex-sargento José Adonias

A decisão foi publicada na quarta-feira (14) no Diário Oficial do Estado

Compartilhe

O governador Wellington Dias (PT) manteve a expulsão do ex-sargento José Adonias de Sousa Carvalho dos quadros da Polícia Militar do Piauí, preso em 2017 com 64 tabletes de maconha no bairro Água Mineral, zona Norte de Teresina. A decisão do governador foi publicada nesta quarta-feira (14) no Diário Oficial do Estado.

A defesa de José Adonias ingressou com um recurso junto ao governador Wellington Dias alegando que somente o presidente do Conselho de Disciplina foi contrário à sua passagem para aos quadros da reserva remunerada. Porém, seu voto vencido prevaleceu, bem como que, por ocasião do julgamento da apelação, a 1ª Câmara Especializada Criminal, do Tribunal de Justiça do Piauí, diminuiu a pena aplicada para 1 ano e 10 meses de prisão tendo sido expedido alvará de soltura por estar extinta a punibilidade.

Expulso pelo Conselho de Disciplina no dia 16 de dezembro de 2019, o acusado já havia recorrido ao Coronel Lindomar Castilho, comandante da PM, que negou o pedido e manteve a decisão.  

O governador Wellington Dias informou que o Processo Administrativo Disciplinar seguiu todos os trâmites legais, sendo assegurado ao recorrente o contraditório e ampla defesa, obedecendo assim, ao devido processo legal. O chefe de estado destacou que as provas do crime de tráfico de drogas reforçam a necessidade da punição.

“Ante o exposto e considerando todas as provas constantes nos autos do processo em apreço, recebo o Recurso Hierárquico para negar-lhe provimento, no sentido de manter a decisão que pune o recorrente com exclusão a bem da disciplina das fileiras da Polícia Militar do Estado do Piauí”, concluiu o governador.

O caso

José Adonias de Sousa Carvalho era sargento da Polícia Militar do Piauí quando foi preso portando 64 tabletes de maconha, uma balança de precisão e uma pistola 40 de uso exclusivo da polícia, além de uma quantia em dinheiro, munições e celulares. Além dele, outros dois policiais militares identificados como Antônio Carlos de Sousa Santos e Carlos Bruno Torres também foram presos, no dia 9 de novembro de 2017, durante ação da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre).

Prisaõ de José Adonias (Foto: PM)

As prisões ocorreram após investigação de seis meses presidida pelo delegado Tales Gomes, com auxílio do RONE. Durante as investigações, foi constatado que os suspeitos faziam parte de um grupo que trazia drogas de outros estados, armazenava em casas na zona Norte e distribuía a droga que era vendido em Teresina.

As investigações também apontaram que o principal articulador do grupo criminoso era o sargento José Adonias. Na ação da polícia foi encontrada uma grande quantidade de droga armazenada em uma casa na Vila Cristalina.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar