Wellington fala da criação de Fundo Nacional de Segurança Pública

Governador esteve reunido com várias autoridades em Brasília.

Durante reunião em Brasília na tarde desta quarta (20), os governadores Wellington Dias (PI) e Tião Viana (AC); e os senadores Ciro Nogueira, Helmano Ferrer (PI), Jorge Viana (AC) estiveram com o presidente do Senado, Eunício Oliveira, para tratar da criação de um Fundo Nacional de Segurança Pública que dará suporte financeiro ao Plano Nacional de Segurança Pública.

Wellington Dias em Brasília (Crédito: André Oliveira)
Wellington Dias em Brasília (Crédito: André Oliveira)

A ideia dos governadores é envolver todas as esferas de poder e entes federativos em ações conjuntas e coordenadas de enfrentamento à violência. Um encontro de governadores, presidente dos poderes constituídos e autoridades técnicas da área será realizado no próximo dia 27 de outubro para tratar sobre o assunto.

O encontro discutirá a complexidade que envolve a questão da violência no país e sobre a criação de uma política de segurança de abrangência nacional, científica e articulada como já ocorre com as políticas públicas de Seguridade Social (Saúde, Assistência e Previdência Social e Educação).

 Wellington Dias com governador do Acre e presidente do Senado  (Crédito: André Oliveira)
Wellington Dias com governador do Acre e presidente do Senado (Crédito: André Oliveira)

Os dois governadores estiveram ainda com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Carmen Lúcia e o com o presidente da República Interino, Rodrigo Maia, para tratar do tema e convidá-los para o encontro. Conforme o governador Tião Viana, o presidente Temer já foi convidado.

O governador Wellington Dias acredita ser necessário um comando único, com todas as forças da área da segurança trabalhando em conjunto. “A violência está presente em todos os estados brasileiros, indistintamente, atingindo desde as metrópoles aos pequenos municípios brasileiros. Ou nós tratamos isso como um problema prioritário ou a consequência será muito danosa. Precisamos ter total controle de armas e munições, convidamos também para esse encontro, países que fazem fronteiras com o Brasil. O objetivo é garantir que todas as autoridades caminhem para um objetivo único, vencer a criminalidade no Brasil”, afirmou Wellington.

Fonte: Portal do Governo do Piauí
logomarca do portal meionorte..com