Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Piauí planeja vacinar 100% do rebanho bovino contra a aftosa.

Piauí planeja vacinar 100% do rebanho bovino contra a aftosa.
VACINAÇÃO ESTENDERÁ EM TODO O PIAUÍ | MAURÍCIO ALVES
Compartilhe

O Piauí alcançou um índice histórico na sua última campanha de vacinação contra a febre aftosa: foram alcançados 91.7% do total do rebanho existente no Estado, estimado em 1.650 mil bovinos e bubalinos. Para sair da situação em que se encontra, a de risco desconhecido, o Governo do Estado trabalha para imunizar 100% dos animais na próxima campanha com lançamento previsto para o dia 5 de novembro.

Desde o ano de 2006, o Governo do Piauí trabalha contra a febre aftosa iniciando campanhas de vacinação em massa duas vezes por ano de maneira sistemática e utilizando pessoal técnico de alto nível especialmente treinado para esse tipo de serviço. Para centralizar todas as ações foi constituída a Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi), que conta hoje com centenas de técnicos e escritórios espalhados por dezenas de municípios.

A Adapi é uma realidade que busca centralizar ações contra a febre aftosa programando efetiva participação de criadores e técnicos no combate à febre aftosa. No dia 5 de novembro, segundo informa a médica veterinária Elyne Dantas, coordenadora de Educação Sanitária da Divisão Técnico-Operacional da Adapi, a campanha será lançada na Fazenda Santa Rosa, do grupo João Santos, localizada na Santa Maria da Codipi.

A campanha segue a mesma sistemática dos anos anteriores conquanto tenha agora a Adapi a preocupação de elevar para 100% o índice de vacinação do rebanho bovino. O lançamento ocorrerá com café da manhã, presença do governador Wellington Dias ou seu representante, além de criadores e técnicos envolvidos com o problema. A Campanha terá cobertura publicitária, segundo informa a médica veterinária Elyne Dantas.

Para sair da situação de risco desconhecido e alcançar o de médio risco, o Piauí precisa vacinar 100% do seu rebanho para esperar o relatório da auditoria do Ministério da Agricultura, que determina se o Estado auditado atendeu as exigências previstas para sair de uma situação para outra.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar