Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Santo Antônio dos Milagres é a cidade mais pobre do país.

Compartilhe

Segundo o IBGE em uma pesquisa realizada em 2007 o município de Santo Antônio dos Milagres, localizado a 129 quilômetros ao Sul de Teresina, é a cidade mais pobre do Brasil, lá 74,35% da população sobrevive dos repasses do Bolsa-Família. Segundo dados do IBGE, divulgados na última semana, é a mais pobre do Brasil no quesito distribuição de renda. O Piauí ainda possui três municípios entre os de menor PIB de 2005: Olho D´Água do Piauí, São Luis do Piauí e São Miguel da Baixa Grande. Estes municípios têm a menor participação na distribuição de renda do país.

Santo Antônio dos Milagres sobrevive de três coisas: dos repasses do Governo, da agricultura de subsistência e do Bolsa-Família. O município não tem comércio e nem mesmo feira livre, o mercado não funciona, a agência dos Correios também não. Os pagamentos do programa Bolsa-família são feitos no município vizinho, São Gonçalo, onde fica a agência bancaria e o dinheiro quando é recebido.

O comércio em Santo Antônio dos Milagres é fraco. Sobrevive do fiado dos funcionários públicos, que são os de melhor renda. ?Esses tem uma vida melhor aqui. São os mais bem de vida. Tem uns professores do Estado e um funcionário da Agespisa?, contou o chefe de gabinete da prefeita de Santo Antônio dos Milagres, Devalcy Barbosa Soares.

O município tem 1.950 habitantes, dos quais 1450 são beneficiários do Bolsa-família, ao total são 290 famílias que recebem em média R$ 94. É exemplo de Judite Feitosa de Araújo, 47, desempregada, tem um bar. No momento estava fechado porque não tinha movimento. ?Aqui vivemos da roça. Meu marido (João Machado de Araújo, 54) está viajando para vender uns artesanatos que ele fez para ajudar em casa. Mas a gente sobrevive mesmo é do Bolsa-família. Ele é que tem ajudado em tudo. Recebo R$ 94 ?, comentou Judite parada na porta de casa ao lado de um dos quatro filhos, dizendo que o único emprego que tem no município é da Prefeitura.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar