Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Toni Rodrigues: quem muito se abaixa...

Toni Rodrigues: quem muito se abaixa...
Jornalista Toni Rodrigues | reprodução
Compartilhe

"O promotor de Justiça Raulino Neto parece sonhar com a indicação como candidato a vice na chapa da situação nas próximas eleições do município de Altos.

No dia 12 de outubro, aniversário de emancipação do município, fez rasgados elogios ao prefeito Dr. Fonseca, a quem pediu desculpas por algum excesso cometido em embates políticos anteriores e a quem chamou de homem honrado.

Foi durante o lançamento de livro titulado "Prata de Lei", de autoria do professor Carlos Dias, que teve o patrocínio da prefeitura de Altos. Curioso que a prefeitura altoense, agora, patrocinando obras de autores altoenses, logo a prefeitura sob a gestão de Dr. Fonseca, que sempre virou as costas para esse tipo de atividade. A cultura nunca foi uma prioridade para os ?donos do poder? no município.

Raulino Neto fez um prolongado discurso. Ele anda agora sempre em companhia de auxiliares próximos do prefeito. Disse que Dr. Fonseca é um homem de bem, vitimado pela perseguição de opositores cruéis.

Ocorre que o prefeito responde a pelo menos 15 processos, sobretudo por improbidade administrativa. Uma auditoria recente da Controladoria Geral da União apurou desvios de aproximadamente R$ 2 milhões na área de saúde.

Não consigo entender o posicionamento do promotor Raulino Neto. Um promotor de Justiça deveria, pelo menos, manter distância desse tipo de gente que a qualquer momento poderia ser alvo de uma investigação dele próprio. Que autoridade ele teria para investigar o prefeito de Altos, em caso de ser designado pelos seus superiores na Procuradoria Geral de Justiça, com esse tipo de engajamento, submissão?!

Na campanha passada, para a prefeitura, ele foi candidato de oposição. Pelo menos supostamente. Na verdade, sua candidatura contribuiu mais com o próprio candidato da situação, que era ninguém menos que Dr. Fonseca. Os votos atribuídos a ele foram retirados de uma candidatura legítima de oposição, que era representada na época pelo enfermeiro Espedito Pacífico.

Ou seja, sem a candidatura de Raulino Neto, Fonseca teria perdido a eleição e os rumos da administração municipal teriam mudado efetivamente. Ou não. Pelo menos teria mudado o nome do gestor. Na campanha passada, ele processou a todos os candidatos, por assuntos banais, como medidas de uma propaganda política em muro. Exceto, é claro... quem disse Dr. Fonseca acertou em cheio. Parece-nos, olhando com o distanciamento necessário, que Raulino estava a serviço do projeto político de Dr. Fonseca. E continua.

O ditado mais adequado ao duplê de promotor e político é "Quem muito se abaixa..."

Por Toni Rodrigues


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar