Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Amarante terá projeto florestal

Amarante terá projeto florestal
Apresentação do Projeto | Denison Duarte
Compartilhe

Na última sexta-feira, 30, na Câmara Municipal de Amarante, à noite, a empresa ?Suzano Papel e Celulose? apresentou um projeto florestal com plantio de eucalipto em solo amarantino. Um dos fatores preponderantes para a implantação é a grande quantidade de terras em excelentes condições para a adaptação do projeto. A empresa STCP ? Engenharia de Projetos Ltda, que fez a avaliação, criteriosamente analisou os impactos que esse plantio poderá trazer, quais as vantagens e desvantagens para o meio ambiente e, com base no relatório da análise foi feita a apresentação do projeto em reunião. Em resumo, foi detalhado um estudo do impacto ambiental para que a comunidade tome conhecimento e esteja pronta para participar de uma audiência pública que dará, certamente, mais subsídios para que empresa Semar ? Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí possa dar ou não a licença para a Suzano.

Aproximadamente 38 municípios piauienses estarão implantando em seus territórios o mesmo projeto florestal num raio de 120 km ao redor de Teresina. Neste raio Amarante está no limite extremo e, portanto posicionando-se em situação privilegiada, pois outro município acima deste raio não será envolvido.

Esse projeto no estado tem um objetivo: uma fábrica de papel e celulose que será instalada no Piauí, provavelmente em 2015, próximo à Teresina. Não se tem definido ainda onde exatamente ficará a fábrica, mas por questões de estratégia e logística, necessitará ser o mais próximo possível da capital.

Segundo Pieter Maurits Van Der Meer, Consultor da STCP, o projeto movimentará o comércio, gerando emprego e renda o que possibilita uma vantagem econômica considerável ao município, no entanto, tal inovação deverá ser encarada cautelosamente como uma oportunidade de melhoria de vida, cuja preocupação é normal por se tratar de algo inovador.

Amarante está pronta em relação ao meio ambiente e disponibilidade de terras. Apenas em relação à informação e preparo, o povo com certeza, amadurecerá a ideia da inovação, pois é necessário se informar antes de buscar qualquer novo desafio e com este preparo o povo de Amarante vai estar 100% em condições de receber qualquer plantio, afirma.

A STCP, para a aplicação do projeto, sugeriu à Suzano a compra de terras legalizadas e sem ocupações evitando qualquer tipo de conflito ou impedimentos judiciais. A Suzano papel e celulose adotará também o sistema de parcerias com os assentados que ocupam as áreas que serão possivelmente ocupadas no plantio de eucalipto sob forma de arrendamento.

Estiveram presentes na reunião o Prefeito Municipal ? Luiz Neto, os vereadores, secretários municipais, o Padre ? Raimundo Neto, o Emater e representantes de associações do município.

O Padre Raimundo Neto, em sua fala, solicitou transparência nas intenções da Suzano e que a empresa não traga o projeto se, por ventura, existir unicamente a intenção de tirar proveito do lugar e do povo desta cidade.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar