Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Conhecendo as origens do rio Parnaíba

Conhecendo as origens do rio Parnaíba
Rio Parnaíba em Amarante |
Compartilhe

...E por falar em nossas praias, porque não falar no velho e amado rio Parnaíba que é de grande importância para os estados do Piauí e Maranhão? Busquemos, nesta matéria, conhecer as origens deste guerreiro que tanto luta em busca da sobrevivência.

O Piauí situa-se quase que totalmente no vale do rio Parnaíba. Toda a economia, toda a história deste Estado de alguma maneira se liga ao Parnaíba. O rio Parnaíba serve de fronteira, em toda a sua extensão, entre o Piauí e o Maranhão. Representa o traço de união entre a região norte super-úmida, coberta de florestas, e a região nordeste, de vegetação pobre castigada pelo sol. O rio Parnaíba é indissoluvelmente ligado à economia e a todas as atividades do Piauí.

Nicolau Resende descobriu o Rio Parnaíba por volta de 1640, quando sofreu um naufrágio nas proximidades de sua foz.


Nascente do rio Parnaíba - Chapada das mangabeiras

O rio nasce nos contrafortes da Chapada das Mangabeiras, numa altitude da ordem de 700 metros, da confluência principalmente de três cursos d"água: o Água Quente na divisa do Piauí com o Maranhão, o Curriola e o Lontra no Piauí. Percorrendo cerca de 1.850 km até sua desembocadura no Oceano Atlântico, ao longo de todo o seu curso serve de divisa entre os Estados do Piauí e do Maranhão.

A divisão do curso do rio mais aceita atualmente é a seguinte:

Alto Parnaíba - das nascentes até a barragem de Boa Esperança;

Médio Parnaíba - da barragem até a foz do rio Poti em Teresina;

Baixo Parnaíba - desta foz até o Oceano Atlântico.

Tem declividade acentuada, de suas nascente até o município de Santa Filomena, sofrendo a partir daí uma redução gradativa, chegando, nos últimos quilômetros do seu percurso, a uma declividade de menos de 25cm/km. No leito do Parnaíba corre, a cada ano, 20 bilhões de metros cúbicos de água, enquanto a precipitação pluviométrica média, ao longo das regiões que o rio percorre, está em torno de 1.500 mm/ano.

O Vale do Parnaíba possui mais de três mil quilômetros de rios perenes, centenas de lagoas, e ainda, a metade da água de subsolo do Nordeste, avaliadas em dez bilhões de metros cúbicos ao ano. Os afluentes mais importantes estão no estado do Piauí: Gurguéia,Uruçuí-Preto, Canindé, Poti e Longá. No Maranhão o afluente mais importante é o Rio Balsas.


Rio Parnaíba em Amarante

Antes de penetrar no Oceano Atlântico, o Parnaíba forma um amplo e recortado delta - o único delta em mar aberto das Américas e um dos três maiores do mundo em extensão e beleza natural (os outros são o do rio Nilo, no Egito, e o do rio Mekong, no sudeste asiático). O Delta do Parnaíba é um importante ponto turístico, atraindo gente de todo o mundo interessado no turismo ecológico.

Antes do seu nome atual possuiu vários outros, tais como rio Grande, rio Grande dos Tapuios, Abiunhão, Pará, Paroá ou Paragu-açu, Pará do Piaguí, Pará dos Tapuias, Ototói e Totói, Siapa, Paraoaçu, Paravasu, Paraguaçu, Punaré, Paraguas, Parana-Iba, Paranaíba, rio das Garças. O nome Parnaíba se deve ao bandeirante Domingos Jorge Velho, em data não precisa. Nome dado em recordação da terra onde nasceu, a vila da Santana da Parnaíba, nas margens do rio Tietê em São Paulo.


Delta do Rio Parnaíba

[Fonte: Wikipedia]

[Texto melhorado: Denison Duarte]


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar