Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

ETANOL: a consolidação do combustível limpo

ETANOL: a consolidação do combustível limpo
Ilustração |
Compartilhe

Etanol (?lcool et?lico) ? o mais comum dos alco?is e caracteriza-se por ser um composto org?nico (CH3CH2OH), obtido por meio da fermenta??o de amido e outros a?cares, como a sacarose existente na cana-de-a?car, nos a?cares da uva e cevada e tamb?m mediante processos sint?ticos. ? um l?quido incolor, vol?til, inflam?vel, sol?vel em ?gua, com cheiro e sabor caracter?sticos. A presen?a do oxig?nio, elemento eletronegativo, em sua estrutura molecular, atrai el?trons de liga??o, tornando-o um solvente fortemente polar.

Logo abaixo, o artigo de Jos? Augusto (Cabe?a) enfoca os ?ndices econ?micos da produ??o desse composto org?nico.

ETANOL: a consolida??o do combust?vel limpo

Esse combust?vel limpo j? ? a segunda fonte de energia no pa?s, respondendo por 16% de todo o consumo, decorrente dos ganhos de produtividade nas lavouras e usinas, que derrubaram os custos do barril de etanol de US$ 90, na d?cada de 80, para US$ 30, em 2008, enquanto as cota?es do barril do petr?leo saltaram de US$ 12 para mais de US$ 130, no mesmo per?odo. O Brasil consolidou uma importante posi??o no que se refere ao etanol: ? o segundo maior produtor, atr?s apenas dos EUA, e o maior exportador mundial. Na safra de 2006/07, o pa?s produziu 17,9 bilh?es de litros de ?lcool e deve atingir 27 bilh?es na safra 2008/09. No entanto, a despeito desse cen?rio, in?meras cr?ticas t?m sido feitas sobre a produ??o de ?lcool, responsabilizando o setor, no Brasil e no mundo, pela disparada dos custos dos alimentos. Por?m, uma an?lise mais t?cnica do assunto demonstra a fragilidade dessas opini?es. De um modo geral, porque, no mundo, a ?rea dedicada ? produ??o de biocombust?veis ? de 10 milh?es de hectares e a ?rea para agricultura, de 1,2 bilh?o. Logo, n?o h? sequer senso de propor??o na defesa dessas id?ias.

No Brasil, essas cr?ticas s?o ainda mais insustent?veis. O que comprova isso ? que o pa?s vai produzir a maior safra de gr?os de sua hist?ria, colhendo 142,1 milh?es de toneladas de milho, soja, arroz, feij?o, algod?o, trigo, sorgo, amendoim, mamona, girassol, entre outros. Ao mesmo tempo, obter? a maior produ??o de cana de todos os tempos, em um total estimado em 568,9 milh?es de toneladas, com extra??o de 26,9 bilh?es de litros de etanol, de acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento. Portanto, se a produ??o de cana-de-a?car cresceu 8,3%, a safra de gr?os 2007/08 revela crescimento de 7,1%, com 5,5% de incremento na produtividade em detrimento de apenas 1,6% de aumento de ?rea plantada. ? importante ressaltar que essa produ??o de gr?os ? t?o exorbitante que ser? suficiente para assegurar o abastecimento dom?stico, sustentar os rebanhos de bovinos, aves e su?nos e dar suporte ao ritmo crescente das exporta?es do agroneg?cio. O fato ? que os verdadeiros respons?veis pelo aumento nos pre?os dos alimentos, na avalia??o de especialistas, s?o: a alta do petr?leo, a redu??o dos estoques mundiais de gr?os, a forte demanda por alimentos de China e ?ndia e a especula??o financeira.

Por?m, as recentes cr?ticas ao etanol n?o arrefeceram o ?nimo dos investidores. O n?mero de usinas de a?car e ?lcool com a?es negociadas na Bovespa - Bolsa de Valores de S?o Paulo - devem dobrar nos pr?ximos 18 meses, conforme consultorias especializadas no setor. Para os pr?ximos seis anos, o valor estimado ? de US$ 17 bilh?es. Ocorre que o movimento de consolida??o de empresas atinge de forma geral o setor de gera??o de energia renov?vel em todo o mundo. Um levantamento global da consultoria KPMG revela que o valor total das fus?es e aquisi?es realizadas em 2007 foi 47% superior ao verificado em 2006. No Brasil, n?o tem sido diferente. O n?mero de transa?es envolvendo usinas saltou de nove, em 2006, para 25, em 2007, com grande parte dos investimentos advindos dos fundos privados. A verdade ? que o Brasil criou uma eficiente agricultura tropical, reconhecida em todo o mundo, que afasta o estigma da economia cl?ssica de que a popula??o cresce em progress?o geom?trica, enquanto a de alimentos cresce em progress?o aritm?tica. Afinal, produzimos mais com menos terra. No dilema de Malthus, como sabemos, a tecnologia n?o foi contabilizada.

Jos? Augusto S. de Oliveira (Cabe?a)

T?cnico Agr?cola

Especialista em Irriga??o e Drenagem

Membro INOVAGRI

Filiado ABID

Colaborador GREENPEACE BRASIL


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar