Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Prefeitura está sem energia elétrica: quase 2 milhões em dívidas

Prefeitura está sem energia elétrica: quase 2 milhões em dívidas
Gerador de energia | Foto: Denison Duarte
Compartilhe

A sede da Prefeitura Municipal de Amarante está sem energia elétrica desde a manhã de ontem, 07, cujo fornecimento está sendo feito a partir de um gerador do município. O fato se deu pelo montante de uma dívida que ultrapassa R$ 1.700.000,00 (Um milhão e setecentos mil reais) contraída por antigos gestores. Segundo Luiz Neto, prefeito municipal, numa reunião com a APPM e a Eletrobras-PI em Teresina, a quantidade máxima de parcelas numa possível negociação do débito com a empresa seria de 180 meses, o que inviabilizaria a administração.

Ainda na reunião, solicitei que houvesse um encontro de contas para definição de quanto realmente existia de dívidas entre as partes ?na minha gestão? e me foi negada essa informação, como também, omitiram de mim a fonte que contraiu a enorme dívida, concluiu o prefeito. Quem deve, tem que pagar! No entanto, que se faça valer a lei de responsabilidade fiscal, pois não posso assumir uma dívida que não é da minha gestão, pontua o prefeito.

A assessoria jurídica da administração entrará com uma liminar para restabelecimento do fornecimento da energia da sede, enquanto isso, o horário de atividades será reduzido.

Luiz Neto, em conversa, questiona o porquê da antiga Cepisa não ter efetuado o corte há mais tempo e exemplificou que o pobre quando não tem condições de pagar o talão de luz por dois meses já fica sem energia. O prefeito faz alusão a conchaves políticos da empresa fornecedora de energia com os gestores passados, nomeando a situação de ?Um absurdo? onde o acúmulo do débito prejudicaria a qualquer preço o município.

Na minha gestão eu não quero esse tipo de conchave, pois fazemos um trabalho com transparência e vamos ver, porém, o que a justiça irá definir. Não podemos deixar que o nosso povo pague por erros de administrações passadas. Diante o fato, percebo que fui vítima de uma cilada política da inconformada oposição que busca a qualquer custo, manchar o nome de nossa administração. Reforço que jamais existirá nenhum acordo político da minha parte com a empresa fornecedora de energia que venha posteriormente provocar um mal-estar à população de Amarante, encerra o prefeito.



Gerador de energia


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar