Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Barras: Prefeitura pede ao MPPI investigação sobre suposta irregularidade em contratação de prestadora de serviço

Barras: Prefeitura pede ao MPPI investigação sobre suposta irregularidade em contratação de prestadora de serviço
Prefeitura Municipal de Barras | Divulgação
Compartilhe

A Prefeitura Municipal de Barras acionou o Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI), na tarde desta segunda-feira (26), requerendo a abertura de investigação para apurar ocorrência de eventual irregularidade em contratação de prestadora de serviço denunciada em matéria publicada pelo Portal Longah.com, nesta manhã. A solicitação de investigação pela gestão municipal de Barras tem como objetivo reafirmar o compromisso com a transparência e a correção no trato da coisa pública. 

De acordo com a Procuradoria do Município de Barras, foi enviada, juntamente com o Ofício nº. 085/2020-GAB/PMB, documentação que comprova que a pessoa indicada na matéria em questão prestou serviço, em substituição a funcionário no gozo de férias, única e exclusivamente no mês de maio de 2018 e que fora o valor devidamente empenhado, pago mediante emissão de nota fiscal e via transferência bancária de titularidade da prestadora do serviço.

O prefeito municipal de Barras, Carlos Monte, ressalta a necessidade da solicitação de investigação por parte do MPPI da denuncia apresentada na matéria jornalística supracitada. “Nossa gestão sempre foi pautada na transparência e no princípio da legalidade; por temos a certeza do denodo com a coisa pública, solicitamos a investigação por parte do Ministério Público e já enviamos todos os documentos que comprovam a legalidade das nossas ações”, afirmou.

Entenda o caso

Na manhã desta segunda-feira (26), o portal Longah.com publicou matéria intitulada “ESCÂNDALO! Doméstica se revolta ao descobrir que foi funcionária fantasma da prefeitura de Barras”, em que denuncia que a senhora Alda Maria da Silva seria contratada desde maio de 2018 pela Prefeitura de Barras, mas que esta só teve conhecimento do fato após tentar receber benefícios do INSS.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar