A Prefeitura de Bom Jesus tem a quarta melhor gestão fiscal entre os municípios do Piauí, conforme aponta levantamento da Federação da Indústria do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) sobre a área, o Índice Firjan de Gestão Fiscal. Os dados foram apresentados pela instituição nesta quinta-feira (10) e são referentes ao ano de 2016.

O estudo é feito com base nos dados disponibilizados pelos municípios via portal de transparência, analisando cinco indicadores: Receita Própria, Gastos com Pessoal, Investimentos, Liquidez e Custo da Dívida. No ranking, Bom Jesus aparece à frente da capital, Teresina (sexta colocada), e atrás apenas de São João do Piauí, Pimenteiras e São Gonçalo do Piauí.

“Trabalhamos com muito rigor para manter as contas do município em dia, respeitando os compromissos financeiros assumidos, assegurando o pagamento regular da folha de pagamento e dos investimentos que fazemos”, comentou o prefeito Marcos Elvas. "Todas as ações executadas pela Prefeitura seguem um rígido planejamento, o que permite controlar melhor os gastos públicos.

Não gastamos mais que recebemos e, apesar de todas as dificuldades oriundas da crise financeira que assola o país já há algum tempo, conseguimos ampliar serviços, pagar servidores em dia e realizar obras que a população necessita”, acrescentou.

Índice

Ainda segundo o Índice Firjan de Gestão Fiscal, 86% das prefeituras brasileiras têm gestão fiscal considerada "crítica". No caso do Nordeste, a gravidade aumenta: 94,9% das prefeituras analisadas vivem uma realidade "bem crítica".