O Pescador e o Rio

O longa foi filmado em Novembro de 2017, nas cidades de Picos, Bocaina e Sussuapara. Livremente inspirado na Lenda do Cabeça de Cuia, o filme retrata o que, supostamente, seriam os primórdios da Lenda e as razões psicossociais que levaram Crispim a cometer o assassinato fatídico. Lançado em Fevereiro de 2018 pela Multicine Cinemas, no Picos Plaza Shopping, o filme foi um sucesso de público e crítica, conseguindo a maior bilheteria durante sua temporada.

Flávio Guedes
Flávio Guedes

O Diretor do filme, natural de Oeiras, cidadão picoense e residente em São Paulo, tem no currículo filmes em curta metragem como “Edith”, selecionado para a IV Mostra Internacional Curta o Gênero, I Mostra de Cinema Curtas da Estação, I Mostra Formiga de Cinema Independente, dentre outros; o curta metragem “O Sonho de Filismino”, indicado a nove categorias da 10ª Mostra Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões, incluindo Melhor Diretor (Flávio Guedes), Melhor Ator (Vilebaldo Rocha), Melhor Fotografia e vencedor na categoria Melhor Trilha Sonora; e do média metragem “Eita Píula”, sucesso de bilheteria também na rede de cinemas Multicine.

 class=

OBS: Nossa equipe bateu um papo com o Cineasta via internet, confira vídeos ao final da matéria.

 class=

A trama é inspirada na maior lenda do estado do Piauí: O Cabeça de Cuia e traz todo o drama do personagem através de cenas que chocam e comovem o público. O filme foi gravado nas cidades de Picos, Sussuapara e Bocaina entre os meses de novembro e dezembro de 2017. Mas, segundo o diretor Flávio Guedes, o projeto já vinha sendo elaborado desde 2015, o que facilitou a conclusão em tempo recorde.

O elenco conta com atores consagrados da cidade de Picos, entre eles: Sávio Barão, Jesualdo Alves, Vilebaldo Rocha, Zenith Nunes, Juscelino de Moura, Everaldo Moura, Ruth Barão, Maria Nilza. E novos atores como: Nildo Alencar, personagem principal da trama, Samuel Nascimento, Jaisa Moura, Caio Dantas e Pedro Arkanjo, entre outros.

A trilha sonora do filme ficou por conta do cantor e compositor, Cirillo Vaz, com a música “O Pescador” que, segundo o diretor Flávio Guedes, conseguiu traduzir todo o psicológico e aflições do personagem Crispim. class=

Quem é Flávio Guedes? A resposta que mais o define saiu de sua própria boca: “curioso”. E foi esta curiosidade que o levou de Picos até o grande centro das artes do Brasil. Ele está em São Paulo desde 2011. “e vim exatamente em busca do conhecimento que me faltava especialmente na área audiovisual. Passei por cursos como, Globe -SP, Macunaíma e Escola de Atores Wolf Maia, tive a oportunidade de conhecer e trabalhar com pessoas bem especiais e importantes para essa minha formação. E pude além de Teatro, fazer alguns trabalhos na área Audiovisual. Mas o que me mantém financeiramente é o meu trabalho como funcionário efetivo do Banco do Brasil, que aliás foi o que me possibilitou vir pra metrópole sem tanto medo, já que diferente de muitos, não vim em busca de emprego.”

BATE PAPO COM O DIRETOR!

INíCIO NO TEATRO?!

FILMES CURTAS?!

FILMES CINEMAS?!

VEM AI!

COM NOVO ELENCO
COM NOVO ELENCO

 class=

 class=